Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Esporte / Reflexão!

Casagrande cometa sobre caso de doping no São Paulo FC: ''Não é trapaça''

Comentarista da Globo sugeriu uma ação de prevenção para as equipes futebolísticas

CARAS Digital Publicado em 23/04/2019, às 16h02 - Atualizado às 16h14

Comentarista comentou sobre a gravidade do assunto - Reprodução/TV Globo
Comentarista comentou sobre a gravidade do assunto - Reprodução/TV Globo

Recentemente veio à tona mais uma polêmica envolvendo esportistas com o uso de drogas. Desta vez, o nome em questão foi o atacante do São Paulo FC, Gonzalo Carneiro. Após um exame antidoping, o colombiano teve em seu diagnostico uma suspeita de uso de cocaína.

O assunto foi debatido durante o Globo Esporte desta terça-feira, 23. Durante o bate papo, Walter Casagrande, que atualmente integra ao elenco de comentaristas esportivos da emissora, relembrou momentos difíceis que enfrentou, devido o vício em drogas e deixou uma mensagem de apoio ao jovem.

“Eu sou dependente químico, sei a dificuldade de se conter. Não são drogas que aumentam o rendimento, então não é trapaça, é falta de resistência àquela substância. É uma dependência. É caso de doença, tem que ter um cuidado médico”, disse o ex-jogador.

Em nota oficial, a assessoria do craque se pronunciou, afirmando que ele não sabia que teria consumido a substância. Como justificativa, o empresário dele, Pablo Bentacur disse que o jogador lida um problema de depressão e se trata com alguns medicamentos, quando necessário.

O posicionamento do São Paulo não foi divulgado, porém, o técnico Cuca se pronunciou e disse que, neste instante, Gonzalo precisa de ajuda e pediu para que tanto o clube, quanto o elenco, acolhesse o craque e desse todo o suporte necessário.

“Semana passada falamos do Régis, ano passado do Diogo Vitor, morreu recentemente o Valdiram. Enquanto os clubes não se unirem para fazer um trabalho de prevenção, isso vai acontecer constantemente “, completou o comentarista, deixando uma opção de solução para os clubes.

Um dos casos mais recentes, parecidos com o de Carneiro, foi o atacante Paolo Guerreiro. O craque peruano chegou a passar por situações complicadíssimas a fim de conquistar efeitos suspensivos, inclusive para atuar pela Seleção Peruana na Copa do Mundo da Rússia, em 2018. Tendo em vista o fato de ser o maior craque da equipe.