esporte Polêmica

Após acusar Neymar Jr. de estupro, Najila Trinda é indiciada por fraude processual

Najila Trinda é indiciada por fraude processual, denuncia caluniosa e extorsão

CARAS Digital Publicado terça 10 setembro, 2019

Najila Trinda é indiciada por fraude processual, denuncia caluniosa e extorsão
Neymar Jr. e Najila Trindade - Reprodução

A modelo Najila Trindade, que acusou Neymar Jr. de estupro e agressão, foi indiciada por denunciação caluniosa, fraude processual e extorsão.

A decisão foi divulgada nesta terça-feira, 10, pela Polícia Civil de São Paulo.

A loira acusou o atacante do PSG após o encontro em Paris no dia 15 de maio. O jogador não foi indiciado, por falta de provas de Najila.

"Com base no conjunto probatório reunido durante as investigações, a delegada decidiu pelo indiciamento de N. e Estivens Alves seu ex-companheiro, pelo crime de fraude processual (art. 347, parágrafo único, CP). Decidiu, ainda, por indiciar Alves pelo artigo 218-C, por divulgar material com conteúdo erótico de N. para um repórter, em troca de publicações suas na internet", diz a nota da Secretaria de Segurança Pública, segundo o portal G1.

"Após o esclarecimento da materialidade delitiva, procedida à realização das respectivas perícias e oitivas, a autoridade também decidiu pelo indiciamento de N. nos crimes de denunciação caluniosa e extorsão", completou o veículo.

Após o caso ser arquivado, Neymar se pronunciou pela primeira vez sobre o desfecho da acusação feita por Najila. Em seu textão de desabafo, o brasileiro falou que nunca irá se esquecer desse capítulo de sua vida, além de deixar uma mensagem às mulheres que o acompanham nas redes.

Último acesso: 22 Feb 2020 - 10:15:22 (328404).