datas-especiais Inspiração!

Michelle Obama é o maior exemplo de liderança feminina: ''Nunca subestime a sua importância''

Especial Dia da Mulher: Entenda como Michelle Obama usou a sua história e inteligência para se tornar uma líder feminina!

André Luiz Freitas Publicado segunda 8 março, 2021

Especial Dia da Mulher: Entenda como Michelle Obama usou a sua história e inteligência para se tornar uma líder feminina!
Michelle Obama é a voz da minoria e da educação! - Foto/Getty Images

O Dia da Mulher não é sobre romantismo - é um ato político de superação, força e inteligência. É uma representação de crescimento, inspiração e igualdade ao longo do ato feminino. A data é a lembrança da importância da mulher na sociedade e a história da luta pelos seus direitos.

Para celebrar esse dia, listamos umas das personalidades femininas mais influentes no mundo e como ela usou a sua história e inteligência para se tornar uma líder: Michelle LaVaughn Robinson Obama.

Foto: Getty Images

Escritora, filantrópica, advogada e mãe dedicada, Michelle Obama não é apenas uma ex-primeira-dama, ela vai muito além disso. Sua história se tornou um ato revolucionário e político ao redor do mundo, ela é o reflexo da determinação e inteligência.

A vida de Michelle é um testemunho da ambição construtiva e direcionada para alimentar o desenvolvimento da coletividade e da minoria. Sendo uma mulher negra, de classe trabalhadora, crescida em um ambiente sem privilégios de Chicago, nos Estados Unidos, ela tomou as rédeas do próprio destino. 

"O sucesso não tem a ver com quanto dinheiro você ganha, mas com a diferença que você faz na vida de outras pessoas".

A líder, muito antes de se tornar a primeira dama dos Estados Unidos, focava os seus trabalhos em prol de comunidades carentes. Formada em direito pelas universidades de Harvard e Princeton, a escritora sempre teve a necessidade de acolher as pessoas carentes e acredita no poder do empoderamento feminino. 

Ao longo de mais de dez anos, foram muitos os momentos em que o coração de Michelle nos inspirou a acreditar não só no poder da igualdade, da educação, da união e da esperança, mas também no poder que cada um de nós, a sua própria maneira, pode conseguir. 

Com uma trajetória inspiradora na sociedade, a filantrópica abordou, durante praticamente a sua vida inteira, o poder da educação e como isso é uma forma de transformar a realidade da relevância das oportunidades iguais para meninas e meninos, da determinação e da ambição necessárias para lutar pelo sonho, do poder da alegria e do humor na superação dos desafios.

Foto: Getty Images

Além da humildade, inteligência e representatividade, a ativista passou a vida se dedicando ao trabalho voluntário, salvando pessoas em situação de rua, além de participar de palestras em escolas públicas para firmar a importância da educação e do trabalho voluntário.

Sendo uma das maiores apoiadoras do movimento Me Too [movimento contra o assédio e agressão sexual], a americana trabalha a importância das mulheres se permanecerem unidas e se apoiando para as mudanças necessárias ao redor do mundo. 

Um dos maiores feitos da ex-primeira-dama é o Let Girls Learn, onde pessoas trabalham para abrir as portas para a educação de meninas ao redor do mundo. É uma iniciativa do governo dos EUA que visa ajudar meninas adolescentes a obter uma educação de qualidade que as capacite a atingir seu pleno potencial.

"Nunca subestime a sua importância. A história tem nos mostrado que a coragem pode ser contagiosa, e que a esperança pode ter vida própria"

A base de muitos sacrifícios e escolhas difíceis, ela soube  trilhar as suas próprias conquistas, para construir uma vida que concilia trabalho (incluindo social), família, amigos e amor. 

Último acesso: 16 May 2021 - 14:02:58 (380632).

Leia também

TV CARAS