datas-especiais Dia das Mães

Laura Pausini conta como é sua rotina com a filha, Paola, e as memórias da mãe e das avós

Para a cantora italiana, é graças a mulheres fortes e felizes que ela consegue criar sua única herdeira, que está com 8 anos

CARAS Digital Publicado domingo 9 maio, 2021

Para a cantora italiana, é graças a mulheres fortes e felizes que ela consegue criar sua única herdeira, que está com 8 anos
Laura Pausini com a filha, Paola - Divulgação

O Dia das Mães tem um significado mais que especial para Laura Pausini (46).

Ela se revela uma mulher muito mais feliz após o nascimento de Paola (8), sua filha como o guitarrista Paolo Carta. Em entrevista exclusiva para CARAS Digital, a cantora, indicada ao Oscar deste ano e vencedora do Globo de Ouro de Melhor Canção Original por "Io Sì", fala de sua rotina com a pequena, especialmente no período da pandemia, e também das fortes lembranças de sua mãe e avó, a quem chama de "mulheres fortes".

Maternidade

"Minha vida mudou totalmente tanto como mulher quanto como artista. É um evento que muda completamente a vida e a percepção das coisas, de si mesmo. O trabalho também foi modelado em torno do crescimento dela. Eu me lembro com muito carinho, no início foi mais fácil, porque era uma criança pequena, de caráter descontraído e muito ligada aos pais, desde o jardim da infância. Quanto mais ela cresce, são mais compromissos: escola e atividades extras ganham prioridade absoluta. Isso me coloca de frente a novos desafios. Eu cresço com ela e é uma grande aventura."

 

Todos em casa

"A pandemia mudou totalmente a nossa vida. Estávamos acostumados a viajar muito, sempre juntos. Do nada, aprendemos a viver em nossa casa como nunca tínhamos feito. Paola me ajudou muito. Ela é uma criança muito criativa e isso ajudou muito em termos de espírito em um momento tão longo de inatividade. Como todos os pais, vivi uma experiência de ensino à distância. Como moramos em uma casa grande e ao ar livre, tivemos a sorte de fazer jardinagem, cozinharmos juntas e brincar com nossa cachorrinha, Lila. E ouvíamos muito mais música, porque isso não pode faltar em nossa casa."

Ancestralidade

"Devo tudo a mulheres fortes, apaixonadas e sorridentes. Minhas avós, Norma e Maria, que, infelizmente, não estão mais comigo, me transmitiram, assim como meus pais, o dualismo da minha personalidade, da romântica e sensível à mais louca e teimosa. MInha mãe, Gianna, é minha parte mais racional, sábia. Um exemplo é quando estou com dificuldades, com dúvidas, preciso tomar decisões. Minha filha é muito parecida com minha mãe, além da aparência física. Uma lembrança forte que tenho dessas mulheres foi quando venci o Festival de Sanremo, em 1993, nos abraçamos muito forte e por um longo tempo e foi muito lindo."

Futuro para Paola

"Gostaria que ela vivesse um mundo feito de possibilidades e oportunidades para todos independente das diferenças de cada um."

Mais filhos?

"Não penso em mais filhos. Paola é minha vida toda e já é uma vida muito plena, embora eu seja uma pessoa acostumada a planejar tudo. Já sou feliz e tenho com ela tudo o que eu queria."

Último acesso: 14 Jun 2021 - 06:24:53 (388386).

Leia também

TV CARAS