Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Datas Especiais / Especial

Kate Winslet

Pedaladas com a sua fofa Mia

Redação Publicado em 03/05/2011, às 15h51 - Atualizado em 04/05/2011, às 03h28

Em Nova York, a atriz aproveita o dia de sol para andar de bicicleta às margens do rio Hudson com a primogênita. A menina e o irmão, Joe, têm os traços da mãe. - SPLASH NEWS
Em Nova York, a atriz aproveita o dia de sol para andar de bicicleta às margens do rio Hudson com a primogênita. A menina e o irmão, Joe, têm os traços da mãe. - SPLASH NEWS
Fãs que torcem para ver Kate Winslet (35) nos palcos vão ter de esperar mais um bocado. Protagonista de sucessos como Titanic, Foi Apenas um Sonho e O Leitor, que lhe valeu o Oscar de Melhor Atriz em 2009, a inglesa deve continuar investindo no cinema até os filhos, Mia (10) e Joe (7), ficarem mais crescidinhos. "Fiz teatro no início da carreira e foi uma experiência ótima, mas agora que sou mãe, acho que o teatro é muito mais difícil. São meses e meses que você não consegue colocar suas crianças para dormir e eu não conseguiria fazer isso", diz ela. Separada há um ano do diretor Sam Mendes (45), com quem ficou casada por sete anos e teve Joe - Mia é fruto do primeiro casamento, com Jim Threapleton (37) -, Kate concilia a agenda profissional com os afazeres diários como mãe. Em Nova York, onde vive o clã, a loira leva os pequenos à escola e, nos dias de sol, adora pedalar com eles às margens do rio Hudson. "Sempre quis que meus filhos fossem crianças como as outras e que aprendessem a respeitar o próximo. O melhor elogio que posso receber sobre eles, e posso dizer que isso acontece com frequência, é quando a aeromoça diz que eles se comportam bem no avião. Quando ouço isso, as lágrimas vertem", conta a beldade. Apesar de realizada, Kate confessa que seu papel principal na vida real é árduo. "Qualquer mãe sabe que a última pessoa em quem pensa é nela mesma. Às vezes, sento e penso: 'Uau, como é bom sentar um pouco.' Porque, sinceramente, chego a esquecer o que é isso. É preciso encontrar tempo para si", diz.