Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Joyce Cavalccante comanda o 15º aniversário de Associação de Escritoras

Realizada na Casa das Rosas, em São Paulo, a festa reuniu mais 5000 associadas

CARAS Publicado em 14/03/2014, às 17h10 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

15º aniversário de Associação de Escritoras - Samuel Chaves/S4 Photo Press
15º aniversário de Associação de Escritoras - Samuel Chaves/S4 Photo Press

A emoção deu o tom da festa de 15 anos da Rebra – Rede de Escritoras Brasileiras, realizada na Casa das Rosas, em São Paulo. Lembranças dos primórdios da organização, que em uma década e meia reuniu mais 5000 associadas, tomaram conta da presidente, fundadora e romancista Joyce Cavalccante. “Nosso maior desafio nesses anos foi liderar uma constelação da nossa literatura. Escritoras que fazem a diferença onde vivem”, exultou a cearense, festejando ao lado das cofundadoras, a filha e psicóloga Sabine Cavalcante, e a escritora e historiadora Kátia Abud (69).

Para brindar à ocasião, também foi lançada a antologia Lindas Lendas Brasileiras, com 77 contos escritos pelas “rebristas”. “É uma tentativa de recuperar as lendas nacionais com textos das nossas melhores contistas”, orgulhou-se Joyce.

Entre as ilustres presenças que abrilhantaram o evento estavam a deputada federal Mara Gabrilli (46) e a jornalista e presidente da Divine Académie Française des Arts Lettres et Culture, Diva Pavesi (57), que veio de Paris, onde mora há 28 anos, especialmente para a data. “O papel da Joyce é de suma importância. Ela conseguiu realizar o sonho de várias mulheres que tinham competência, talento e criatividade, mas que as editoras não estavam apostando”, acentuou a paulistana naturalizada francesa, que foi uma das primeiras representantes internacionais da Rebra.

Durante a noite, ainda foram entregues os tradicionais títulos honorários pelas mãos do médico, político e escritor Lúcio Alcântara (70) e do empresário João Scortecci (58) ao jornalista e empresário Fabio Portugal (35) e ao diretor executivo na Câmara Brasileira do Livro, Mansur Bassit (48). “Ser homenageado por essa organização que tem mulheres tão talentosas é muito gratificante. Nem sei se mereço tanta honra. Continuo com o meu trabalho, acreditando na literatura e em um País melhor para todos por meio da fomentação da leitura”, agradeceu Bassit. Portugal, que estava acompanhado da amada, a também jornalista Dyandreia Portugal (43), se emocionou. “Acompanho o trabalho dessas mulheres há muito tempo. É uma emoção única receber essa homenagem. Com muito orgulho usarei no meu currículo esse título”, frisou.

Outro grande momento foi a condecoração das escritoras Hebe Boa-Viagem (88) e Betty Silberstein (60) como sócias honorárias da Rebra. “Conhecia a Joyce por meio dos textos que ela escrevia e ficava encantada. Quando me aposentei, tive a necessidade de ter um novo desafio. Aflorou o dom da escrita, mas não tinha espaço para publicar o meu trabalho. Foi então que tive o prazer de encontrar pessoalmente, pela primeira vez, a Joyce, que me proporcionou não só divulgar meu livro como conhecer muitas pessoas interessantes”, vibrou Hebe, quase levando às lágrimas a fundadora. Já Betty, a responsável pela edição de muitas publicações da casa, dedicou a honraria a todas as integrantes. “Eu é que tenho que agradecer vocês por ter tido o enorme prazer de conhecer um pouquinho do coração de cada uma dessas grandes mulheres, que estão envoltas pelo lindo laço que une o nosso coração”, declarou a professora.