Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Fernando Henrique Cardoso, o imortal

Ex-presidente é eleito para a ABL

CARAS Publicado em 03/07/2013, às 20h31 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

O sorriso do novo acadêmico. - Mônica Imbuzeiro/Agência O Globo
O sorriso do novo acadêmico. - Mônica Imbuzeiro/Agência O Globo

O ex-presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso (82) é o novo imortal da Academia Brasileira de Letras. Eleito com 34 dos 39 votos, concorrendo com dez escritores, o sociólogo comemorou a sua vitória, na Fundação Eva Klabin, na Lagoa Rodrigo de Freitas, Rio, com outros membros da ABL, como Nélida Piñon (76), Arnaldo Niskier (78), Ivan Junqueira (78) e Ana Maria Machado (71), atual presidente da ABL. “Sempre quis separar a trajetória de professor e intelectual da função de líder político. Por ter sido presidente, tive muita prudência em concorrer à vaga. Temia que houvesse uma politização, mas isso não ocorreu”diz FHC, que comandou o Brasil por dois mandatos consecutivos, de 1995 a 2002. Fernando Henrique, eleito para a cadeira de número 36, vaga desde fevereiro, após a morte do jornalista paulista João de Scantimburgo, aos 97 anos, é o terceiro ex-chefe da Nação a entrar no rol dos imortais. Antes, tornaram-se acadêmicos, Getúlio Vargas (1883-1954) e José Sarney (83). FHC é autor ou coautor de 23 livros, entre eles, Dependência e Desenvolvimento na América Latina e A Soma e o Resto – Um Olhar Sobre a Vida aos 80 Anos.