Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Brasil e Líbano reforçam seus laços econômicos e culturais

Sabrina Sato e o eleito, Duda Nagle, participam de conferência que mobiliza autor

CARAS Digital Publicado em 10/12/2016, às 09h28

Sabrina Sato e seu Duda Nagle - BETO BARATA/PR, CASSIANO DE SOUZA/CBS IMAGENS, FRANCISCO CEPEDA/AGNEWS E MANUELA SCARPA/BRAZIL NEWS
Sabrina Sato e seu Duda Nagle - BETO BARATA/PR, CASSIANO DE SOUZA/CBS IMAGENS, FRANCISCO CEPEDA/AGNEWS E MANUELA SCARPA/BRAZIL NEWS

Quando questionados sobre as aventuras mais marcantes de suas vidas, Sabrina Sato (35) e Duda Nagle (33) não deixam de citar a viagem que fizeram ao Líbano, há cerca de três meses. Para alegria do casal, o país árabe, do qual ambos são descendentes, voltou a mexer com suas emoções durante a 1ª Conferência Latino- Americana do Potencial da Diáspora Libanesa, em SP. “ Fiquei apaixonada pelo Líbano quando estive lá. As pessoas são alegres e lindas, além da culinária, belezas naturais e cultura serem incríveis”, destacou a apresentadora do Programa da Sabrina, da Record TV, mestre de cerimônias de um dos eventos que integraram a conferência.

O encontro, que reuniu autoridades do Brasil e do Líbano, teve como pauta as relações comerciais, o turismo, além de questões sociais e culturais entre os dois países. “Minha família tinha um disco de vinil e sempre escutávamos o Hino Nacional do Líbano para que mantivéssemos as nossas raízes”, relembrou o presidente Michel Temer (76), filho de imigrantes libaneses. “Tenho certeza que esse encontro vai fortalecer ainda mais os nossos laços”, frisou o governador de SP, Geraldo Alckmin (64), ao lado de Alexandre de Moraes (54), ministro da Justiça. 

Embalado pelo som de Derico (50) e Fagner (67), o jantar de encerramento do encontro contou com a presença do ministro dos Negócios Estrangeiros e dos Emigrantes do Líbano, Gebran Bassil (46), do embaixador do Brasil no Líbano, Jorge Kadri (60), além do ministro do Turismo do país, Michel Pharaon (57). “Queremos que os imigrantes libaneses entrem em contato com nossa embaixada para que continuem a história de nosso país, mesmo morando fora”, finalizou Bassil, entre os mais animados da noite.