Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Artistas são homenageados na 57ª edição do Troféu APCA

Jovens e consagrados talentos são aclamados por críticos paulistas

CARAS Publicado em 19/03/2014, às 16h58 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Troféu APCA - Cláudio Augusto/Photo Rio News E Paduardo/Agnews
Troféu APCA - Cláudio Augusto/Photo Rio News E Paduardo/Agnews

Organizado pela Associação Paulista de Críticos de Arte, o já tradicional Troféu APCA mais uma vez reverenciou talentos nacionais, na capital paulista. Em sua 57ª edição, o prêmio pregou pela democracia ao destacar ícones e jovens revelações em áreas como literatura, teatro, televisão, artes visuais e música popular. Com 60 anos de carreira, Eva Wilma (80) ganhou homenagem por sua dedicação ao ofício. “Eu gosto de ser atriz! Não sou do teatro, do cinema ou da TV, sou só atriz e sempre tive o prazer de trabalhar em todos os meios que minha função permite”, frisou Eva. Igualmente consagrada, mas nas artes visuais, Tomie Ohtake (100) foi agraciada por sua contribuição artística ao País.

O desempenho de Mateus Solano (32) na trama global das 9 Amor À Vida, na qual deu vida ao sarcástico Félix, lhe rendeu o troféu de Melhor Ator de Televisão. “Fiquei muito feliz com esse reconhecimento. Cada capítulo da novela foi um desafio”, emocionou-se ele, com novo visual — barbae bigode. Já a categoria Melhor Ator de Teatro foi conquistada por Cássio Scapin (49), por sua atuação em Eu Não Dava Praquilo. “Sou grato a todos os envolvidos no projeto”, salientou o laureado.

Sinônimo de elegância, Fernanda Lima (36) comandou a noite ao lado de Marcelo Tas (54) e ainda viu sua atração, a global Amor & Sexo, vencer na categoria Programa de Variedades. “O APCA reconhece o talento em várias áreas artísticas e é dado por críticos especializados, por isso tem tanto peso”, destacou a apresentadora. As mulheres, aliás, roubaram a cena. Com carreira consolidada nos estúdios de Hollywood, Alice Braga (30) recebeu prêmio de Melhor Seriado, por Latitudes, websérie na qual é protagonista. “Esse troféu traz valor a qualquer carreira. Participei de todos os processos desse trabalho e foi como o nascimento de um filho”, falou Alice. Dividindo láurea de Melhor Atriz de TV, Elizabeth Savalla (59), por Amor À Vida, e Bianca Comparato (28), por A Menina Sem Qualidades, da MTV. “Ganhei esse prêmio há 40 anos, como Atriz Revelação. Espero que não demore mais 40 para ganhar outro!”, brincou Elizabeth. Para completar o estrelado time de atrizes, Denise Fraga (48) foi o destaque na sétima arte, por sua atuação no longa Hoje.