cinema OSCAR 2019

Recorde os maiores fiascos no tapete vermelho dos prêmios Oscar

Nem sempre o look milionário favorece a celebridade

Isabella Galante Publicado quinta 7 fevereiro, 2019

Nem sempre o look milionário favorece a celebridade
Björk escolheu o look mais memorável - Getty Images

Se você se acha cafona por sair desleixada para comprar pão, pense nas famosas que erraram feio ao tentar ousar na maior premiação de cinema do mundo e foram julgadas por milhões de pessoas.

Depois do especial que trouxe os melhores looks de todos os tempos, a CARAS Digital faz uma retrospectiva dos 10 piores visuais da história da cerimônia.

O histórico de bizarrices começa em 1986, com Cher -- que vestiu Bob Mackie em um conjunto de lantejoulas completo com um enfeite de penas altíssimas, parecia uma peça de um show burlesco. A cantora aparentemente se arrependeu da escolha, mostrando o descontentamento em uma entrevista para a Vogue: ''Eu sempre me senti um pouco triste por ter apresentado Don Ameche ao prêmio de Melhor Ator Coadjuvante naquela roupa. Isso pareceu deixá-lo um pouco nervoso''.

Em 1990, Kim Basinger provavelmente achou que estava arrasando quarteirões com o modelito que ela orgulhosamente diz ter desenhado. A atriz de Batman criou híbrido de terno e roupa de baile de cetim branco. O vestido estilo noiva do Frankenstein tinha um decote assimétrico, bordados dourados e uma única luva.

1995 mostrou ser um ano de ostentação quando Lizzy Gardiner usou um vestido feito de 254 cartões de crédito que haviam expirado pintados de dourado. Curiosamente, na mesma cerimônia, a figurinista australiana ganhou o prêmio por Melhor Figurino em Priscila, A Rainha do Deserto. Como ela conseguiu se sentar vestindo aquilo?

Sharon Stone é conhecida por fazer roupas a preços acessíveis parecerem elegantes. Contudo, ao usar uma camisa masculina da Gap e uma saia de cetim Vera Wang na premiação de 1998, sua reputação ficou abalada.

Já em 1999, Celine Dion mostrou não estar nem aí para qualquer recomendação da moda. A canadense apareceu em um terno branco de John Galliano com calças que deveriam ser dois tamanhos maiores e um chapéu fedora para combinar. O detalhe é que a parte de cima estava propositalmente virada ao contrário.

A modelo Tyra Banks provou no ano 2000 que teria sido eliminada de seu próprio programa America's Next Top Model se tivesse dado as caras com esse vestido pomposo roxo Vera Wang de cintura baixa combinando com uma quantidade exagerada de blush roxo brilhante.

O look mais infame de todos os tempos foi escolhido por Björk em 2001. A islandesa ficou famosa pelo vestido de cisne desenhado por Marjan Pejoski, que na verdade fez duas cópias, pois a peça não podia ser lavada a seco. A vestimenta consistia em um bodysuit transparente com strass e uma saia que lembrava uma ave. Até hoje o momento é lembrado em festas de Halloween.

2002 ficou marcado pela vestimenta multicolorida de Faith Hill. A cantora de country pelo jeito não conseguia decidir qual tom pastel usaria e acabou escolhendo todos eles.

Uma Thurman não escondeu suas raízes suecas em 2004. O vestido branco folgado de Christian Lacroix parecia ter saído da Oktoberfest e com certeza não beneficiou a beldade.

Por fim, Sally Kirkland claramente se inspirou em um vampiro para sua roupa multicolorida de 2007 que continha uma capa.

Último acesso: 07 Aug 2020 - 21:59:09 (312900).