Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Patricia Pillar

Alegria com a premiação

CARAS Publicado em 24/07/2013, às 20h28 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Homenageada no Festival Internacional de Cinema Feminino, a atriz abre um sorriso ao mostrar a placa. - Fabrizia Granatieri/Objectiva IMG
Homenageada no Festival Internacional de Cinema Feminino, a atriz abre um sorriso ao mostrar a placa. - Fabrizia Granatieri/Objectiva IMG

Com 12 longas no currículo, além de trabalhos como diretora e produtora de documentários e videoclipes, Patricia Pillar (49) foi homenageada na festa de premiação do 10º Festival Internacional de Cinema Feminino – Femina 2013, no Rio. A atriz recebeu a láurea pelo conjunto da obra em 30 anos de carreira das mãos da produtora do evento, Caroline Moreira (24), e do diretor Eduardo Cerveiro (40). “É uma honra participar de um encontro tão interessante, que valoriza a inserção da mulher na arte. Quando só atuava, queria mostrar mais de mim nos trabalhos. Essa inquietação me levou a desbravar outros rumos, maravilhosos, diga-se de passagem”, afirmou a estrela, antes da exibição do fi lme que dirigiu em 2007, Waldick, Sempre No Meu Coração, sobre a vida e a obra do cantor Waldick Soriano (1933–2008). Prestes a completar 50 anos, em janeiro, e dona de uma beleza atemporal, Patricia contou que não vê a idade com pesar ou ansiedade. “Sou realmente tranquila em relação a isso. Nem tenho pensado no que fazer no dia do meu aniversário. São tantas coisas mais importantes para realizar antes”, garantiu ela, que desde o fim do namoro de 12 anos com o político Ciro Gomes (55), em dezembro
de 2011, não é vista em nova companhia.