cinema Oscar 2020!

Oscar 2020: Reunimos tudo o que você precisa saber sobre os concorrentes de Melhor Filme

Entenda a importância de cada longa indicado a categoria de Melhor Filme do Oscar 2020!

André Luiz Freitas Publicado domingo 9 fevereiro, 2020

Entenda a importância de cada longa indicado a categoria de Melhor Filme do Oscar 2020!
As maiores apostas do Oscar 2020! - Foto/Divulgação

Em contagem regressiva para a premiação da estatueta mais concorrida do mundo cinematográfico, resolvemos explicar um pouco mais sobre a principal categoria do Oscar 2020. 

A produção estrelada por Joaquin Phoenix é um dos maiores destaques da noite. Em seguida, o foco segue no filme O Irlandês, 1917, e Era uma Vez em… Hollywood com dez indicações cada.

Na última semana, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, responsável pelos vencedores, usou as redes sociais na segunda-feira, para compartilhar as previsões da própria premiação. O filme sul-coreano Parasita aparece como o grande vencedor da noite de gala. 

Confira a lista de indicados ao Oscar 2020.

1917 

Depois de ser o filme mais premiado do BAFTA 2020, o Oscar Britânico, o filme de Sam Mendes, 1917, levou 9 indicações, saiu com sete estatuetas, incluindo Melhor Filme, Melhor Direção e Melhor Fotografia. A aposta queridinha do termômetro do Oscar, está pronto para levar a estatueta de Melhor Filme de 2020.

Se depender das premiações que servem como maiores indicadores do Oscar todo ano, em 2020 a equipe de 1917 pode preparar o discurso de agradecimento da categoria de melhor filme. A história aborda missão de alto risco, abordando os sinais da desumanização. Em meio a um dos conflitos mais sangrentos de guerra.

Em forma detalhada, ele aborda a Primeira Guerra Mundial retratada muitas vezes no cinema, mas com aspectos curiosos e sem corte. O grande foco do diretor Sam Mendes é contar uma história sobre o homem e não sobre a guerra e a violência em si.

Parasita

O suspense sul-coreano fez história ao se tornar o primeiro filme de língua estrangeira a vencer a principal categoria da noite — Melhor Elenco de Filme, no SAG Awards. A trama de humor ácido, que em alguns momentos flerta com o terror, conseguiu um sucesso sem precedentes nas cerimônias de premiações de Hollywood e se tornou um dos mais assistidos da década.

No SAG Awards, o elenco de Parasita sobressaiu entre outros grupos de atores consolidados na indústria, que participaram de filmes como O Irlandês, Era Uma Vez em... Hollywood e O Escândalo. Apesar de ter sido um grande marco para o cinema coreano, as únicas apostas para o filme são como Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Roteiro Original.

O filme conta a história de duas famílias em extremos opostos do sistema de classes sociais sul-coreano. Uma extremamente rica e uma extremamente pobre. Enquanto os Kim moram em um porão infestado por insetos e roubam o sinal de Wi-Fi do vizinho, os Park vivem em uma casa luxuosa minimalista e projetada por um renomado arquiteto.

Coringa

Independente sucesso e alto número de pessoas nas salas de cinema, Coringa, de Todd Phillips, não deve levar para a casa a estatueta de Melhor Filme, de acordo com os termômetros. Em uma lista de 11 indicações, as apostas correm para o ator principal, Joaquin Phoenix, o maior destaque da produção.

Atores podem se expressar de muitas maneiras. Eles podem falar cantando, com um olhar, e expressar os seus sentimentos através do silêncio, mas na lista dos indicados, ninguém fez como Phoenix. A transformação para viver o Coringa incluiu perder 23 quilos, até que os ossos ficassem à mostra e fizessem parte da interpretação. Entregando uma atuação impecável e usando o seu corpo para se expressar, o ator deve ganhar a categoria de Melhor Ator.

A história aborda a vida do comediante falido Arthur Fleck. Explicando a origem do temido vilão sombrio e risonho. Explorando seus problemas mentais, o comediante reage mal à gozação de três homens em pleno metrô e os mata. Os assassinatos iniciam um movimento popular contra a elite de Gotham City, da qual Thomas Wayne é seu maior representante.

O Irlandês

O principal rival de 1917, O Irlandês também tem chance de levar o Oscar de melhor filme, de acordo com especialistas em premiações. Apesar de A História de um Casamento, conquistar a estatueta de melhor filme pela primeira vez entregaria a Netflix um novo patamar. 

O Irlandês, Frank Sheeran, vivido Robert De Niro, é um veterano de guerra que concilia a vida de caminhoneiro com a de assassino de aluguel número um da máfia. De acordo com a história, ele torna-se o principal suspeito quando o mais famoso ex-presidente da associação desaparece misteriosamente.

A produção também possui duas indicações de Melhor Ator Coadjuvante, em que concorrem Al Pacino e Joe Pesci, que interpretam Jimmy Hoffa e Russell Bufalino. O Irlandês é baseado no livro I Heard You Paint Houses, de 2004, escrito por Charles Brandt e também concorre ao Oscar por seu roteiro adaptado, escrito por Steven Zaillian.

Era Uma Vez em Hollywood

Do aclamado diretor Quentin Tarantino, Era uma vez… em Hollywood, é uma revisitação a capital do cinema mundial, Los Angeles, no final da década de 60, e as transformações da linguagem cinematográfica da época. No longa, o diretor se permite criar a sua própria versão para fatos que marcaram a história do cinema.

Somando um elenco surpreendente, Leonardo DiCaprio, Brad Pitt, Bruce Dern, e Margot Robbie fazem história com o filme de sucesso. 

O longa foi premiado no Globo de Ouro e no SAG Awards, o último de Pitt, e promete ser um dos grandes destaques do prêmio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Não em melhor filme, mas por conta das indicações a Brad Pitt e Leonardo DiCaprico, em Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante.

Anunciado em 2017, o filme acompanha o astro em decadência Rick Dalton, e seu dublê, Cliff Booth, enquanto vemos o dia a dia de Sharon Tate, então uma estrela em ascensão.

Adoráveis Mulheres

O romance feminista tem recebido muitos elogios e um forte reconhecimento com indicações em várias premiações, incluindo uma indicação importante ao Globo de Ouro, uma indicação para Florance Pug, na categoria Melhor Atriz Coadjuvante e ao de Melhor Filme. A nova adaptação de Greta Gerwig, a cineasta responsável por trazer aos cinemas mais uma versão clássica do livro de Louisa May Alcott, do século XX, tornou-se uma das obras-chave de literatura juvenil norte-americana ao longo do último século.

Elaborando uma linguagem romântica, poética e suave, o filme tem respeito às tradições, ao feminismo e a luta. Dessa vez, a diretora foi além da obra para encontrar formação, ela buscou trazer os sentimentos dos personagens para você, entregando uma sensação de alívio e vontade, o que deixou a história intrigante.

A história se baseia na época da Guerra Civil e mesmo o surto de escarlatina, mas Gerwig persiste em preservar elementos da aura juvenil das irmãs para ambos os momentos. O curioso e empolgante disso tudo, é a constatação e formação da maturidade em que elas acabam adquirindo de acordo com a história, superando desavenças e intrigas passadas, tornando-se gratas por suas presenças nas vidas umas das outras. ​

História de Um Casamento

Depois de O Irlandês, a outra aposta da Netflix para o Oscar 2020 é o romance História de Um Casamento. A história narra as complicações matrimoniais de Charlie, diretor de teatro em ascensão, e Nicole, atriz promissora que deixou sua carreira em segundo para cuidar do marido e do seu filho, Henry. Beirando o divórcio, os dois precisam encontrar uma forma de sobreviver ao doloroso processo de separação.

O longa estrelado por Adam Driver e Scarlett Johansson, foi lançado após inúmeras exibições em festivais internacionais e ganhou notoriedade pela sensibilidade de suas atuações, diálogos, e cenas mais intensas retratando a realidade. Ao todo, o filme concorre a 6 indicações, incluindo Melhor Filme.

Sem contar o Oscar, História de um Casamento teve 24 indicações entre o BAFTA, Globo de Ouro, Critics’ Choice, PGA, SAG e WAG.

Jojo Rabbit

Somando mais um filme sobre a Segunda Guerra Mundial, mas de forma diferente, Jojo Rabbit soma seis indicações ao Oscar – entre eles, o de melhor filme. Ousando em mostrar um lado do conflito de maneira doce, acida e sensível, o longa conquistou o coração de grandes críticos norte-americanos.

Através dos olhos do pequeno protagonista, é possível entender o fascínio construído pela lavagem cerebral sofrida durante a guerra cruel dos anos 40, e até se emocionar com o consequente conflito gerado pelo afeto pela mãe e por Elsa. Além disso, um dos maiores destaques da comédia é Scarlett Johansson.

Baseado no livro Caging Skies, de Christine Leunens, Jojo Rabbit é a história de um garoto membro da Juventude Hitlerista na Alemanha nos anos 1940. Inseguro e com um Hitler imaginário como amigo, ele é obrigado a enfrentar a descoberta de uma judia escondida em sua casa.

Ford vs Ferrari

Esse é o 11º filme dirigido por James Mangold, que comandou Logan e Wolverine: Imortal. O diretor concorre a quatro estatuetas, o de Melhor Montagem, Melhor Edição de Som, Melhor Remixagem de Som e claro, o de Melhor Filme.

Entregando um grande elenco com Matt Damon e Christian Bale, a história real do visionário designer automotivo americano Carroll Shelby e do destemido piloto britânico Ken Miles. Juntos, eles lutaram contra o domínio corporativo, as leis da física e seus próprios demônios pessoais para construir um carro de corrida revolucionário para a Ford Motor Company, assumir o controle das pistas e derrotar os carros dominantes de Enzo Ferrari, nas 24 Horas de Le Mans, na França em 1966.

Último acesso: 22 Oct 2020 - 01:40:24 (342211).

TV CARAS