Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Natalie Portman desabafa: 'Star Wars fez as pessoas acharem que eu era péssima atriz'

Natalie Portman, que interpretou a Rainha Amidala em três filmes da franquia Star Wars, disse que o papel quase destruiu sua carreira

CARAS Digital Publicado em 19/12/2014, às 11h25 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Natalie Portman em Star Wars - Divulgação
Natalie Portman em Star Wars - Divulgação

Natalie Portman participou de uma homenagem ao diretor Mike Nichols, que morreu no mês passado aos 83 anos, e lembrou como o cineasta salvou sua carreira. Os dois trabalharam juntos em Closer - Perto Demais

Durante o discurso, Natalie lembrou seu início no cinema. Ela estava sendo dirigida por Nichols no teatro com a peça A Gaivota, de Tchekhov, pouco depois de estrear nas telonas no papel de Rainha Amidala na saga Star Wars, de George Lucas

"Star Wars estava acontecendo junto com A Gaivota, e todo mundo achava que eu era uma péssima atriz", disse ela, segundo a NY Magazine. "Estava no filme de maior orçamento da década e nenhum diretor queria trabalhar comigo. Mike escreveu uma carta para Anthony Minghella e disse ‘coloque-a em Cold Mountain, eu me garanto por ela’. E então Anthony me passou para Tom Tykwer, que me passou para os Wachowskis“, contou Natalie, revelando o empurrãozinho que recebeu de Nichols. 

A amizade dos dois também se ampliou para a vida pessoal. Nichols a ajudou após um término difícil de namoro. “Eu estava no chão do apartamento dele e ele me tirou de lá, deu um sermão, me mandou para um médico e me colocou na linha. Literalmente me tirou do chão”, falou. 

Natalie foi indicada ao Oscar em 2005 por Closer. Em 2011, ela ganhou a estatueta após protagonizar Cisne Negro, de Darren Aronofsky.