Michael B. Jordan teve que passar por terapia após interpretar vilão em 'Pantera Negra'

O ator não estava conseguindo se reconectar às pessoas

CARAS Digital Publicado quinta 7 fevereiro, 2019

O ator não estava conseguindo se reconectar às pessoas
Jordan teve um processo tão forte de construção do vilão que precisou de ajuda para se recuperar da experiência - Getty Images

O astro de Pantera Negra confessou para a Oprah Winfrey durante uma entrevista que com o fim das gravações ele precisou de sessões de terapia para voltar ao seu estado normal.

Michael B. Jordan, que interpretou o vilão Erik Killmonger, disse que, para entrar no personagem, ele se isolou e se distanciou de todos. ''Passei muito tempo sozinho'', contou. Ainda adicionou: ''Eu entendi que a infância de Erik foi muito solitária. Ele não tinha muita gente com quem pudesse falar''.

''Eu fiz o que senti que era necessário [...]. Por outro lado, eu não tinha um plano de como escapar [do personagem]'', refletiu. ''Acho que me colocar naquele estado mental de Killmonger o tempo todo acabou me afetando'', relatou.

Por conta disso, o ator sentiu dificuldade em se reconectar com as pessoas, foi complicado se ''reajustar ao afeto'' de quem se importava com ele. ''Eu me afastei do amor, eu não queria amor. Eu queria estar neste lugar solitário o máximo possível'', compartilhou.

Ao procurar auxílio profissional, o artista da Marvel sentiu que as sessões de terapia ''ajudaram muito''. Falou ainda sobre o estigma de que homens não devem se abrir. ''Como um homem, às vezes as pessoas acham que terapia é sinal de fraqueza, mas eu não me importo com isso. Todo mundo precisa conversar com alguém'', completou.

Ele não revelou quantas vezes consultou o profissional ou se continua até hoje.

Último acesso: 26 Nov 2021 - 20:38:44 (312886).

Leia também

TV CARAS