Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Cinema / Oscar

Mescla de estilos pontua soirée em reverência à cinematografia

Jennifer Lopez e Cameron Diaz monopolizam holofotes e lideram time de beldades em cerimônia regada a sofisticação e glamour

Redação Publicado em 28/02/2012, às 14h00 - Atualizado às 14h04

Jennifer Lopez, de Zuhair Murad e Cameron Diaz, de Gucci
Jennifer Lopez, de Zuhair Murad e Cameron Diaz, de Gucci

Tradição nas cerimônias de gala, o red carpet é sempre um evento à parte e, na 84ª edição da noite que reverencia a sétima  arte, o Oscar, não foi diferente. Antes de astros e estrelas serem anunciados como os grandes destaques da cinematografia, musas roubaram os holofotes na entrada do Hollywood & Highland Center, em L.A., onde desfilaram bom gosto, elegância e modelitos que renderam assunto entre fashionistas.

Responsáveis por anunciar os vencedores nas categorias Melhor Figurino e Maquiagem, a dupla Jennifer Lopez (42) e Cameron Diaz (39) deu show de simpatia e estilo e, se estivesse na disputa dos prêmios citados, seria forte candidata às estatuetas. “Não é da noite para o dia que a gente aprende a acertar no red carpet. Não é um processo tão simples. É preciso muita observação”, ensina a loira, com madeixas mais curtas. “Adorei o vestido, claro. Mas fiquei encantada mesmo pelos toques artesanais. Ele é um pouco pesado e parece ter sido desenhado no corpo. Amei cada detalhe”, completa ela, em tomara-quecaia com degradê de babados em tom nude. A mesma tonalidade foi opção de J.Lo, que elegeu longo com decote e mangas recortadas. “Adoro moda desde menina. Cresci no Bronx, NY, e foi lá onde tudo começou. Claro que aprendi muito, e ainda aprendo, mas acredito que carrego referências das minhas origens e me orgulho disso”, fala a cantora, que na semana anterior curtiu o carnaval carioca com o eleito, o bailarino Casper Smart (24).

Inspirada no dourado da estatueta, a eleita de George Clooney (50), Stacy Keibler (32), ofuscou em modelito ombro-a-ombro com plissado que formava uma rosa na cintura. “Se eu não vencer o Oscar hoje, já tenho uma estatueta dourada”, diverte-se o galã, indicado a Melhor Ator por Os Descendentes, assim como o amigo Brad Pitt (48), de O Homem que Mudou o Jogo. “George e eu gostamos de brincar um com o outro o tempo todo, faz parte da nossa natureza”, afirma o eleito de Angelina Jolie (36), dona do look mais dramático e sensual da noite. Mesmo sem levar o prêmio de Melhor Atriz, Michelle Williams (31) era puro orgulho por protagonizar o filme Sete Dias com Marilyn, em que deu vida à eterna diva Marilyn Monroe (1926-1962). “Ela era uma mulher que dividia opiniões, por isso, sei que não agradarei a todos. Aprendi muito com ela”, enfatiza Michelle, em modelo retrô em tom de coral com pequena cauda. As caudas discretas, aliás, também foram opção de Milla Jovovich (36), em glamouroso longo claro de um ombro só, e de Kristen Wiig (38), em romântico ladylike — bem feminino — com camadas em tule.

E o que seria da noite mais estrelada do cinema sem o charme dos brilhos? Chiques, as atrizes Melissa Leo (51), Lea Thompson (50), Penelope Ann Miller (48) e Ellie Kemper (31), por exemplo, exalavam poder e sedução com os seus looks sparkling. “Tentei compor um visual inspirado nos anos 1930”, explica Penelope, em longo rosê com delicadas aplicações em cristais.

Clássico, o tomara que caia sereia apresentou democrática cartela de tons de verde e foi escolha de Missi Pyle (39), assim como de Viola Davis (46) e Glenn Close (64), ambas indicadas à Melhor Atriz por Histórias Cruzadas e Albert Nobbs, respectivamente. “Estar aqui é uma emoção que não envelhece”, pontua Glenn, em vestido verde-esmeralda arrematado por casaqueto estilo smoking.

O clima de romantismo tomou conta do tapete vermelho e teve como protagonistas os casais Martin Scorsese (69) e Helen Morris, Gary Oldman (53) e Alexandra Edenborough (35) e Antonio Banderas (51) e Melanie Griffith (54). “O que é preciso para ser um cineasta em Hollywood? Até hoje me pergunto isso. É viver em meio à guerra da expressão pessoal, do talento, e dos imperativos comerciais”, reflete Marty, diretor de A Invenção de Hugo Cabret, longa que levou cinco estatuetas. A nobreza também se fez presente com o príncipe Albert II (53), de Mônaco, e Charlene Wittstock (34). “Estar no palco para anunciar o premiado é muito mais fácil”, compara Colin Firth (51), vencedor do Oscar de Melhor Ator em 2011 por O Discurso do Rei, acompanhado da mulher, Livia Giuggioli (42), e escalado para entregar o prêmio à diva Meryl Streep (62).

No quesito bordados, destaque para Jessica Chastain (30), Judy Greer (36) e Rose Byrne (32). Na contramão das aplicações, a sempre elegante Penélope Cruz (37) preferiu valorizar o corte e roubou a cena em monocromático lilás em organza e musseline. “Considero-me uma pessoa superdecidida quando o assunto é escolher roupa. Sei do que gosto e basta bater o olho e dizer sim, ou não”, diverte-se a musa de Javier Bardem (43), com quem tem Leo (1 ano e 1 mês). “O meu vestido foi criado especialmente para mim. Não precisei mexer em nada; ele ficou perfeito”, completa ela.

Os infalíveis vermelhos apareceram em versões vintage, opção de Natalie Portman (30), e com modelagens que passearam entre decotes e exuberantes golas altas, como a de Emma Stone (23), com seu modelito em tom de melancia. “Ano passado, eu estava nervosa demais antes de receber o prêmio. 2011 foi perfeito para mim em todos os sentidos”, afirma Natalie, mãe de Aleph (8 meses), da relação com o coreógrafo Benjamin Millepied (34), citando a estatueta de Melhor Atriz por Cisne Negro. “Confiança é a palavra-chave para se sentir bonita. Há tantas pessoas que não seguem os padrões impostos pela indústria da beleza e que brilham. Por quê? Porque se aceitam e têm confiança em si”, atesta Emma, para as atrizes Janet McTeer (50) e Jane Seymour (61).

Ao mesclar simplicidade e requinte, Gwyneth Paltrow (39) atraiu olhares em sóbrio longo offwhite com capa. “Foi amor à primeira vista com este vestido. Olhei para ele e tive certeza”, assegura a estrela, dona de um dos looks mais requintados da festa. Assim como ela, Shailene Woodley (20) circulou com look sóbrio. Dividindo opiniões, Sandra Bullock (47) foi destaque com o clássico black & white, um modelo blousé cujo plus ficou por conta dos bordados — imitando peças de alta joalheria — na cintura e nos ombros. “Normalmente você escolhe um modelo para a festa e procura explorar outras opções, mas acaba voltando ao primeiro modelo. Comigo é sempre assim que acontece”, fala, entre risos, a atriz, orgulhosa mãe de Louis (2), adotado em 2010.

Já as cores vibrantes ganharam espaço com Virginia Madsen (50), em longo púrpura de um ombro só, e Annie Mumolo (38), com vestido azul arrematado por cinto de brilhantes de tirar o fôlego. Como não poderia faltar, o estilo princesa ficou por conta de Wendi McLendon Covey (42), em look romântico em tom nude. Sem dúvidas, o glamour impresso por cada estrela de Hollywood na cerimônia do Oscar conferiu ainda mais imponência à principal noite da indústria cinematográfica e, mais uma vez, provou que moda e arte caminham lado a lado para deleite de ambas as turmas: a dos cinéfilos e dos amantes da moda.