Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Cinema / Parceria em cena

Isabel Fillardis volta ao cinema contracenando com a filha, Analuz

Mãe e filha estarão juntas em 'Love, Rock & Blues', musical inspirado em 'Glee' e 'High School Musical'

CARAS Digital Publicado em 12/09/2018, às 08h50 - Atualizado em 13/09/2018, às 09h39

Isabel Fillardis e a filha, Analuz - Reprodução Instagram
Isabel Fillardis e a filha, Analuz - Reprodução Instagram

Aos 45 anos, Isabel Fillardis volta ao cinema após nove anos como protagonista do musical Love, Rock & Blues.

Produzido pela Gypsy, o longa de 80 minutos tem inspirações na série Glee e na trilogia de sucesso da Disney High School Musical. A produção é uma continuação da websérie de mesmo título lançada no YouTube, em maio de 2017, que foi indicada a prêmios em Miami, Seoul e Hollywood no circuito dos festivais internacionais de webséries, e foi premiada no Brasil no Rio Web Fest com o melhor elenco de comédia.

Isabel interpreta Maria, uma diretora de colégio que chega para salvar o grupo de alunos de uma enrascada. A personagem é uma ex-cantora frustrada que parou de cantar e separou-se do marido músico, vivido por André Ramiro, após sofrer assédio de um produtor. Ao ajudar o grupo, ela retoma o contato com a música e volta a cantar.

Love, Rock & Blues é como um bolo cheio de ingredientes para dar um sabor único a quem for assistir. O sabor do riso, da emoção e da alegria misturados. Com certeza fará com que cada um volte a sonhar”, garante a atriz, que contracena no longa com a filha, Analuz Fillardis. Esse é o primeiro trabalho artístico da jovem, que tem apenas 17 anos. 

Segundo o diretor e idealizador do projeto, Igor Rodriguez, o objetivo é colocar a produção independente, a princípio, nos cinemas do Rio de Janeiro, de Brasília e de São Paulo, nos circuitos internacionais e em seguida liberá-lo para a televisão. 

"Nós temos grandes produções musicais nos teatros, mas não tínhamos nada no audiovisual nesse sentido aqui no Brasil. Foi pensando nisso que lancei a websérie, e, quando vieram as indicações internacionais, tive a certeza de que precisava continuar. Daí nasceu o filme. Eu acredito muito no potencial dos nossos artistas e quero mostrar isso lá fora", diz Igor.

O longa ainda conta com a participação especial do cantor Buchecha.