Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Em autobiografia, Gérard Depardieu conta que se prostituiu quando era jovem

O ator francês confessou que roubava e batia nos clientes: 'Eu sabia, desde muito novo, que eu agradava homossexuais', disse

CARAS Digital Publicado em 06/10/2014, às 14h54 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Gerard Depardieu - Getty Images
Gerard Depardieu - Getty Images

A biografia do ator Gerard Depardieu ainda nem foi lançada e já está dando o que falar. Em Ça s'est fait comme ça (Aconteceu assim, em tradução livre) o bad boy do cinema francês revela que se prostituía na juventude.

Alguns trechos foram publicados pelo britânico Daily Mail."Eu sabia, desde muito novo, que eu agradava homossexuais", disse Depardieu ao escritor Lionel Duroy. "Eu pedia dinheiro a eles em troca", completou.

O livro narra a vida do ator nas ruas de Chateauroux, onde nasceu, e em Paris. O ator confessou ainda que roubava os clientes. "Aos 20 anos, o bandido em mim estava com tudo. Eu batia em um cara e saía dali com todo o dinheiro dele", disse o astro, hoje com 65 anos. Depardieu chegou a violar túmulos para roubar joias e roupas dos mortos e chegou a passar semanas na prisão por roubo de carros.

Os problemas com a bebida também são contados no livro. Ele afirma que chegou a beber 14 garrafas de vinho por dia. "Eu não conseguia dormir se não estivesse caindo de bêbado".

Depardieu inciou a carreira de ator em 1965. Entre seus filmes mais conhecidos estão Minhas tardes com MargueritteGreen card - Passaporte para o amorAstérix e Obélix.