Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Diretor de Isto É Calypso tranquiliza os fãs e diz que filme será rodado em breve

Caco Souza, diretor do filme 'Isto É Calypso', escreve mensagem para explicar o atraso nas filmagens e declara que o longa será feito em breve

CARAS Online Publicado em 31/10/2013, às 18h31 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Joelma e Chimbinha - TV Globo/Zé Paulo Cardeal
Joelma e Chimbinha - TV Globo/Zé Paulo Cardeal

Após a notícia de que Deborah Secco não fará mais o papel de Joelma nos cinemas, o diretor Caco Souza escreveu uma mensagem para os fãs da banda Calypso na internet para tranquilizá-los quanto à produção do filme. Ele afirmou que o longa Isto É Calypso deverá começar a ser rodado em breve, já que estão esperando apenas a captação de recursos financeiros para iniciarem as filmagens. Por enquanto, as filmagens estão previstas para 2014.

“Mais do que ninguém estou ansioso pelo início das filmagens, adoro a história, imagino cada cena a ser filmada, mas isso ainda tem um tempo de maturação e assim como eu vocês precisam ter um pouco mais de paciência. O filme está andando, a história de Joelma e Chimbinha estará nas telonas e espero em breve ter mais notícias para vocês!”, escreveu ele.

+Deborah Secco deixa filme sobre a banda Calypso

Na última quarta-feira, 30, Deborah Secco confirmou a sua saída do elenco do filme por causa do atraso nas filmagens. “Ela já tinha compromissos assumidos para 2014 e não tem como conciliar a agenda”, declarou a assessoria de imprensa da artista para a CARAS Online.

O longa já teve a desistência de Bruno Gagliasso, que foi anunciado para o personagem de Chimbinha, mas não confirmou a participação por causa de sua agenda. Para o papel, foi escalado do ator Thiago Martins, que também poderá atuar ou não, dependendo da data de início das filmagens.

Confira a declaração do diretor Caco Souza:

“Caros Amigos e fãs da Banda Calypso,

Fazer um filme de longa metragem sempre requer muita paciência e trabalho, são muitas as etapas a serem cumpridas, um longo tempo de pesquisa, elaboração dos primeiros esboços do roteiro, visitar exaustivamente locações que se sirvam tanto do ponto de vista estético, de época e técnico. Tenho feito isso com uma grande frequência sempre buscando aquilo que considero melhor para o filme.

Atrasos acontecem na maioria dos filmes produzidos no Brasil, é realmente complicado, muita gente envolvida na produção, atores, técnicos e etc. Temos que trabalhar dentro de um orçamento sem margens para erros, por isso só se iniciam as filmagens com a garantia de que temos o suficiente para dar conta de todo o processo.

Mesmo aprovado na Ancine, orgão do Governo Federal que habilita projetos de captação de recursos para o cinema, temos que buscar os mesmos junto a iniciativa privada, ou seja, trabalhar junto as empresas para que essas destinem recursos para o filme, e isso nem sempre, e na maioria das vezes não é, rápido e no tempo que todos desejam.

Mais do ninguém estou ansioso pelo início das filmagens, adoro a história, imagino cada cena a ser filmada, mas isso ainda tem um tempo de maturação e assim como eu vocês precisam ter um pouco mais de paciência. O filme está andando, a história de Joelma e Chimbinha estará nas telonas e espero em breve ter mais notícias para vocês!

Abraços,
Caco Souza”