Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Cinema / Oscar

Carlos Saldanha: 'Música de Carlinhos Brown e Sérgio Mendes tem 50% de chances no Oscar'

O diretor Carlos Saldanha, da animação 'Rio', falou à CARAS Online sobre a expectativa com a indicação ao Oscar da música 'Real in Rio', de Carlinhos Brown e Sérgio Mendes

Redação Publicado em 24/02/2012, às 20h26 - Atualizado às 20h40

Carlos Saldanha - Getty Images
Carlos Saldanha - Getty Images

Radicado nos Estados Unidos, o brasileiro Carlos Saldanha (43) deixou o Rio em 1991, em busca do sonho de ser reconhecido por seu talento com animações. Dirigiu a franquia A Era do Gelo e o filme Robôs. Por Gone Nutty, concorreu em 2004 ao Oscar de Melhor Curta de Animação. Este ano, o longa que leva o nome de sua cidade natal está indicado ao prêmio de Melhor Canção Original. A música, Real in Rio, foi feita por Carlinhos Brown (49) e Sérgio Mendes (71).

"Fiquei muito feliz pela indicação. Foi muito merecida, principalmente como reconhecimento do talento e criatividade dos dois. Eles foram incríveis em captar a energia e animação da música brasileira. A cena de abertura do filme foi uma grande apoteose do Rio de Janeiro e do Brasil para o mundo!", disse Saldanha em entrevista a CARAS Online.

Apesar do entusiasmo pela possível premiação - que traria para o Brasil a primeira estatueta do Oscar - Saldanha prefere manter os pés no chão. "Quando crio um projeto, não penso nas premiações. E sim em fazer um trabalho de que tenha orgulho e amor. Um trabalho que me satisfaça criativamente. O filme Rio foi um grande sonho realizado, e minha maior premiação foi o carinho do público que prestigiou o filme. Mas esta indicação é muito bem vinda", afirmou.

No domingo, 26, Real in Rio competirá com Man or Muppet, da trilha de Os Muppets. "Como só foram indicadas duas músicas, temos 50% de chances. Vamos ver. Se ganhar, vai ser fantástico. Mas só de ter sido selecionada e indicada entre tantos outros grandes trabalhos, já foi um grande prêmio!", concluiu o diretor.