Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Cinema / Detalhes

'Bumblebee 2' será diferente do primeiro filme, diz produtor

Filme da franquia 'Transformers' terá a cara da direção de Michael Bay

CARAS Digital Publicado em 19/03/2019, às 17h27 - Atualizado às 17h56

'Bumblebee' veio após anos de sucesso nas bilheterias - Divulgação
'Bumblebee' veio após anos de sucesso nas bilheterias - Divulgação

Parece que o primeiro filme de Bumblebee não agradou muito.

O produtor de Bumblebee 2, Lorenzo di Bonaventura, fez um pedido para que a sequência tenha mais o estilo do diretor Michael Bay, responsável pela fama dos cinco longas de Transformers.

Lorenzo explicou o surgimento da narrativa paralela em entrevista ao site Collider. ''Os fãs tinham pedido várias vezes para conhecer a origem de alguns dos Transformers, então fizemos isso. Bumblebee foi uma resposta aos pedidos do público. O interessante quando você faz algo assim em uma franquia é que você não sabe como vai ser a recepção dos fãs'', disse.

Porém, a falta de ação e explosões motivou críticas e fez com que arrecadasse menos que qualquer outra produção anterior. ''Algumas pessoas não gostaram de Bumblebee porque ele não tinha ação o bastante. Ele é uma história mais íntima'', explicou.

A mudança que levou Travis Knight assumir a direção havia sido uma ideia dos próprios fãs. ''Algumas pessoas que antes nos diziam 'eu estou cansado de Michael Bay', agora dizem 'eu quero um pouco mais de Michael Bay''', comentou.

Realmente não é possível satisfazer a todos, mas o profissional vai tentar encontrar um equilíbrio. ''Nossa tentativa será fazer uma fusão entre os dois mundos, trazer a história íntima do primeiro filme, mas misturar com um pouco de 'Bayhem''', contou, se referindo ao caráter próprio dos filmes de Bay.

Ainda revelou que não espera um fim eminente dos personagens. ''Eu ainda acho que podemos fazer filmes solo com os outros personagens. Bumblebee é o mais acessível, mas acho que o público se identificaria com muitos outros'', falou.