Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Cinema / Vitória!

Bárbara Paz comemora conquistas de seu 1º longa, 'Babenco', no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Filme 'Babenco - Alguém Tem Que Ouvir O Coração E Dizer: Parou', de Bárbara Paz, recebe quatro prêmios no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2021

CARAS Digital Publicado em 29/11/2021, às 09h43 - Atualizado às 10h49

Bárbara Paz celebra conquistas de seu primeiro longa, 'Babenco', em premiação de cinema - Mauricio Nahas
Bárbara Paz celebra conquistas de seu primeiro longa, 'Babenco', em premiação de cinema - Mauricio Nahas

Bárbara Paz (47) tem muitos motivos para comemorar!

O primeiro filme da artista, Babenco - Alguém Tem Que Ouvir O Coração E Dizer: Parou, recebeu quatro prêmios no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2021 no domingo, 28.

O documentário, que foi a indicação do Brasil ao Oscar 2021, ganhou as categorias de Melhor Documentário, Melhor Direção, Melhor Montagem Documentário (Cao Guimarães e Bárbara Paz) e Melhor Som (Rodrigo Ferrante, Miriam Biderman, ABC e Ricardo Reis, ABC).

Em seu feed no Instagram, Bárbara celebrou as vitórias com a produção, que foi feita em homenagem ao seu companheiro, o cineastaargentino Héctor Babenco, que faleceu em julho de 2016, aos 70 anos de idade, após parada cardíaca.

"Que noite histórica em minha vida! Só tenho a agradecer!!!@academia_brasileira_de_cinema! Ganhar todos esses prêmios no
GRANDE PRÊMIO DO CINEMA BRASILEIRO com meu primeiro filme - BABENCO deve está bailando no céu. Sorrindo e dizendo - vai Bárbara, vai!!",
começou escrevendo, citando o marido, que faleceu em 

"Melhor Documentário; Melhor Primeira Direção; Melhor Montagem; Melhor Som. Só tenho que agradecer a todos que votaram e a todos que me ajudaram a contar essa história. E a todos que não acreditavam em mim e que assim me incentivaram mais a vontade de fazer o mais sublime. Sempre mais e melhor", disse a atriz.

O longa de Bárbara conquistou grandes feitos nos últimos anos. O filme estreou mundialmente no Festival de Veneza de 2019, recebendo o prêmio de Melhor Documentário na Mostra Venice Classics no 76º Festival Internacional de Cinema de Veneza dado pela crítica Independente.

Além de ter sido selecionado para mais de 20 festivais internacionais, incluindo Cairo, Festival de Havana, Festival de Mar del Plata, Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Festival do Rio, foi consagrado como Melhor Documentário no Festival Internacional de Cinema de Mumbai (Índia); Festival Internacional de Documentários de Guangzhou (China) e no Festival de Viña Del Mar (Chile).

Vale ressaltar que Bárbara voltou a Veneza este ano com o curta-metragem Ato, selecionado para a 45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, Festival de Vitória, 31º Cine Ceará e Festival do Rio. 

Confira:

Primeiro longa de Bárbara Paz conquista 4 prêmios no Grande Prêmio de Cinema Brasileiro

Foto: Divulgação