Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Cinema / EITA!

Atores de “Vermelho, Branco e Sangue Azul” detalham bastidores de cenas quentes: “Confiança”

Os protagonistas de “Vermelho, Branco e Sangue Azul”, Nicholas Galitzine e Taylor Perez deram detalhes dos bastidores de cenas quentes

Os protagonistas de “Vermelho, Branco e Sangue Azul”, Nicholas Galitzine e Taylor Perez comentaram sobre as cenas quentes do filme - Foto: Divulgação
Os protagonistas de “Vermelho, Branco e Sangue Azul”, Nicholas Galitzine e Taylor Perez comentaram sobre as cenas quentes do filme - Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira, 11, o filme “Vermelho, Branco e Sangue Azul” estreou na plataforma de streaming Amazon Prime Video. O longa é dirigido por Matthew López e baseado no livro de mesmo nome escrito por Casey McQuinton.

Apesar das mudanças feitas do livro para o filme, as cenas quentes presentes na obra original foram mantidas para às telas. Sobre essas cenas, os atores Nicholas Galitzine e Taylor Perez que interpretam os protagonistas Henry e Alex, respectivamente, falaram sobre os bastidores para a revista americana People.

Em “Vermelho, Branco e Sangue Azul”, Alex, o filho da presidente dos Estados Unidos, e o Príncipe Henry do Reino Unido se envolvem em uma confusão que gera uma crise internacional. Em uma tentativa de melhorar a imagem dos países, os jovens fingem ser amigos, mas uma paixão começa a tomar conta dos dois.

Nicholas Galitzine, que já protagonizou o filme “Continência Ao Amor”, comentou sobre os bastidores: “Fazer cenas íntimas de uma forma muito séria pode ser algo ruim, porque você pode ficar ansioso”. O ator então revelou que a solução é trazer leveza para esses momentos: “Taylor e eu temos confiança e respeito um pelo outro suficiente para ficarmos confortáveis e para nos comunicarmos”.

Perez, que faz o filho da presidente americana, deu detalhes de como estas cenas íntimas eram feitas: “Sempre é uma coreografia. Ficávamos contando em nossas cabeças como se fosse uma coreografia: ‘Agarra um, dois; aperta um, dois'”.

A gente trazia humor antes de começar e humor depois de sair, o que deixou tudo menos sério e nos deixou naquela suspensão de descrença”, ainda adicionou o ator que já participou dos filmes da “Barraca do Beijo”.

Outra curiosidade revelada pelos atores, e que foi muito útil nas gravações desse tipo de cena, foram balas de menta. “Você quer se manter refrescante enquanto está gravando essas cenas. Tem muita pegação”, adiantou o ator que interpreta o Príncipe britânico.

Mudanças!

Apesar de ser baseado no livro de Casey McQuinton e ter sido muito elogiado por leitores por ser fiel à obra original, o filme de “Vermelho Branco e Sangue Azul” fez algumas mudanças na trama.

Um exemplo são os irmãos tanto de Alex quanto de Henry, que foram ou cortados ou tem pequena participação. O vazamento do relacionamento do Príncipe com o filho da presidente para a imprensa também foi alterado. E, mais importante, o final teve pequenas mudanças.