cinema GRIFE SE POSICIONA

Após polêmicas, Louis Vuitton apaga referências a Michael Jackson de coleção

Grife não irá comercializar nenhum produto com referências ao Rei do Pop

CARAS Digital Publicado sexta 15 março, 2019

Grife não irá comercializar nenhum produto com referências ao Rei do Pop
Peça da Louis Vuitton e Michael Jackson - Getty Images

O documentário Leaving Neverland está causando uma série de polêmicas envolvendo o nome de Michael Jackson, mesmo depois de 10 anos da sua morte. 

Após as denúncias de abuso sexual envolvendo o Rei do Pop, a grife de luxo Louis Vuitton decidiu apagar as referências feitas ao astro na sua última coleção outono-inverno, lançada em janeiro deste ano. 

De acordo com nota divulgada no site Women's Wear Daily, nesta quinta-feira, 14, a marca declarou que não irá comercializar nenhum produto que "comporte referências diretas" a Michael.

As peças da coleção traziam referências aos figurinos do astro ao longo da carreira. O diretor artístico Virgil Abloh resolveu homenagear o cantor por ser o "garoto que cresceu nos bairros pobres de Indiana e se tornou símbolo da união". Contudo, sua visão também mudou após os últimos acontecimentos: "Condeno firmemente toda forma de abuso, violência, ou violação dos direitos humanos das crianças", disse, ao portal.

Leaving Neverland reúne várias denúncias de supostas vítimas de abusos sexuais cometidos por Michael. 

Após a exibição do documentário, novos relatos contra o Rei do Pop surgiram. Com isto, o corpo do cantor pode ser exumado para colher amostras de DNA. A família de Michael está em uma séria briga judicial com a responsável pela produção. 
 

Último acesso: 23 Jul 2021 - 14:24:27 (315426).

Leia também

TV CARAS