Revista CARAS
Busca
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Cinema / Sedução

Antonio Banderas revela como ser um homem sedutor aos 57 anos

O ator espanhol ainda falou sobre o que o atrai

CARAS Digital Publicado em 01/08/2018, às 16h11 - Atualizado em 09/08/2018, às 11h29

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Antonio Banderas - Divulgação
Antonio Banderas - Divulgação

O ator, produtor, cantor e diretor de cinema Antonio Banderas revelou os segredos para ser um homem sedutor aos 57 anos.

"Cada sedutor tem suas armas de sedução, mas, para mim, a chave é não se deixar limitar por regras. É preciso simplesmente seduzir e surpreender: um olhar, uma presença, um magnetismo, a essência de um perfume, tudo pode chamar a atenção do outro em qualquer momento. Acredito que quem mais seduz é quem consegue transmitir paixão pelo que faz, vê ou admira", contou o espanhol.

Durante entrevista exclusiva para CARAS Digital, Banderas respondeu perguntas sobre conquista, sedução e suas inspirações. Ele ainda revelou que uma mulher o conquista apenas com o cheiro de sua pele, por acreditar que existem aromas que pertencem às pessoas sem estarem ligados a um perfume, não podendo ser definidos.

O dono de uma conhecida marca de perfumes também contou um pouco sobre o papel que a sedução tem em sua vida. "É essencial, mas não só em minha vida. Acho que ela é importante para todas as pessoas. Não é uma questão de conseguir um namorado ou uma namorada por exemplo, mas sim de nos relacionarmos e conhecermos. Somos seres sociais por natureza e nessa socialização faz parte seduzir e nos deixarmos seduzir. A gente se relaciona com quem nos conquista de uma certa maneira, e, sim, usamos a sedução para questões como conseguir um namorado ou namorada, mas também para conseguir um trabalho ou alguma coisa que desejamos", explicou o galã.

O ator ainda revelou que sua arma para seduzir é amar a vida e ficar contente, independentemente de ser rico ou famoso, ter esse fogo dentro e saber compartilhá-lo. "Devemos fazer tudo com muito carinho, mas, além disso, devemos também ser capazes de demonstrar que fazemos as coisas assim em nossa vida. A alegria atrai", concluiu Antonio.