Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

25 anos após a estreia, Julia Roberts diz que Uma Linda Mulher não teria final feliz

Atriz também contou como convenceu Richard Gere a estrelar a comédia romântica

CARAS Digital Publicado em 24/03/2015, às 11h03 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

'Uma Linda Mulher' - Reprodução
'Uma Linda Mulher' - Reprodução

Você consegue imaginar a comédia romântica Uma Linda Mulher sem Julia Roberts e Richard Gere? Pois saiba que isso quase aconteceu. Durante entrevista ao Today, programa da rede de TV norte-americana NBC, a atriz contou que originalmente o final não seria nada feliz.

Essa é a primeira vez que os dois se reúnem com o diretor Garry Marshall e os atores Hector Elizondo e Laura San Giacomo desde o lançamento do filme, em 1990.

“"No final do roteiro original, o personagem de Richard jogava o meu personagem para fora do carro, deixava o dinheiro em cima dela, ia embora e os créditos rolavam”, contou. Chamado originalmente de 3000, o filme seria uma crítica ao uso abusivo de drogas.

Julia também contou que o diretor Marshall não se impressionou com seu talento. "Eu cheguei e ele disse: 'Eu não sei o que fazer com você”, entregou.

Após aceitar a escalação da atriz, o diretor fez testes com dez atores diferentes, até chegar em Gere que “recusou o papel várias vezes”. Mas, tudo mudou quando o galã se reuniu pela primeira vez com Julia. A química foi imediata. "Nós nos amávamos imediatamente. Foi uma coisa boa. Mas, para ser honesto, eu não sabia se eu faria este filme ainda. Ela estava do outro lado da minha mesa, nós estávamos começando a conhecer uns aos outros”, disse.

Julia conta que ficou tão encantada com a possibilidade de contracenar com Gere que escreveu em um pedaço de papel um recado e empurrou para que ele pudesse ler. “Por favor, aceite”, dizia o recado.
“Foi tão doce e depois disso eu só consegui dizer sim”, assumiu o galã.