Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Paola Oliveira fala sobre profissão e amor no Castelo de CARAS

Paola Oliveira exalta profissão e amor e diz buscar a felicidade nos detalhes

Redação Publicado em 17/10/2011, às 22h09 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

No Castelo de CARAS, em Tarrytown, Paola Oliveira reflete sobre as suas conquistas na carreira durante tarde dedicada à beleza. - Martin Gurfein
No Castelo de CARAS, em Tarrytown, Paola Oliveira reflete sobre as suas conquistas na carreira durante tarde dedicada à beleza. - Martin Gurfein

Com jeito de menina e sorriso encantador, Paola Oliveira (29) confessa ser uma mulher realizada. “Quando era mais nova, minha maior preocupação era escolher a carreira que me fizesse feliz. Minha entrada no mundo artístico foi um pouco parecida com a primeira vez de uma criança na Disney. Eu estava no paraíso”, brinca ela. “Sempre soube o quanto o contato com pessoas era importante para mim e essa oportunidade de ser parte da vida delas é uma das coisas que mais amo na profissão”, explica a atriz, em temporada no Castelo de CARAS, na charmosa Tarrytown.

Sem esconder o romantismo quando o assunto é a relação de dois anos com o ator Joaquim Lopes (31), ela afirma atravessar uma das melhores fases de sua vida. “Sinto que tudo está tão perfeito que, se eu pudesse escolher, nada mudaria. A gente precisa ter ao nosso lado uma pessoa que admira e é exatamente assim que o vejo. Ele é do tipo surpreendente em todos os sentidos”, dispara Paola. Mesmo dividindo o mesmo teto com o amado, ela garante que ainda não planeja filhos. “Pensamos nisso para a nossa vida, sem dúvida, mas não nesse momento que vivemos hoje”, admite Paola. “A chegada de uma criança requer dedicação, organização e planejamento”, completa ela, em cartaz no cinema com o longa Uma Professora Muito Maluquinha.

As conquistas pessoais refletem na carreira: após viver sua segunda protagonista, na global Insensato Coração, a atriz se mostra ávida por novos projetos. “Sonho com desafios que me instigam e cada trabalho é como um recomeço, um aprendizado”, diz ela, que, no Castelo, não deixou os rituais de beleza de lado, em momento intimista proporcionado por Naturella, marca de absorventes com toque de óleo com camomila, que ajuda a evitar irritações na pele e tem seis canais de absorção. “Toda mulher é um pouco vaidosa. Passo cremes e não saio de casa sem protetor solar. Ao mesmo tempo, tento ser o mais natural possível. Ser bonita é ser natural.”

– Você é romântica?

– Sou. Amo um homem cavalheiro, educado e com bom humor. Dei sorte com Joaquim, que tem bem definidas todas essas qualidades. São primordiais para mim.

– Há algum segredo para o relacionamento feliz?

– Não deixar cair na rotina. Tento sempre ser surpreendente, não só no relação, mas em tudo.

– O que Joaquim é para você?

– Ele é companheirismo, segurança e romantismo. É o cara que tem alergia dos nossos gatos, mas ajuda a cuidar deles. A boa vontade cria o ambiente perfeito para a gente melhorar a cada dia; Joaquim é o melhor exemplo disso.

– Já se sentem casados?

– Tenho até medo de usar essa palavra, é uma loucura, mas me sinto casada sim. Acredito que um relacionamento é feito do dia a dia e isso é importante para um casal. Tanto faz se ele é meu namorado ou marido, a nossa relação vai continuar a mesma.

– Ele é o homem da sua vida?

– Creio em belas histórias e sou superapegada ao presente. Gosto de cuidar da relação diariamente, assim dá certo para nós. Se eu cuidar bem do presente, as chances de haver um futuro são maiores.

– Tem alguma preocupação especial com o corpo?

– Como adoro comer, essa é uma das minhas principais preocupações. Vou à academia, evito certos alimentos, creminhos para lá, drenagem linfática para cá... Assim tudo vai se acertando. Ter vida saudável é ter prazer e se cuidar de toda forma, corpo e mente.

– É exigente com o visual?

– Acredito em energia, que influencia muito no meu humor e, consequentemente, nas minhas escolhas. Gosto de mudar o corte e a cor do cabelo, já é algo natural para mim. Já o guarda-roupa, alguns dias quero me arrumar mais; em outros, quero fazer um rabo de cavalo e sair. Tenho um pouco dos dois. Sou muito diurna, gosto de acordar cedo, caminhar... Por isso, dou preferência a roupas claras.

– O que faz no tempo livre?

– Amo ficar em casa. Tenho hobbies, como cuidar dos meus bichinhos, minhas plantas, minhas bagunças. Minha vida é tão agitada que, quando tenho tempo livre, quero aproveitá-lo para curtir as coisas simples. Como moro no Rio, tento ficar um pouco com a família, em São Paulo, e, claro, passar mais tempo com Joaquim.

– Mudaria algo na sua vida?

– Acho que não! Adoro sonhar, mas acredito que, quando criamos expectativas, damos chances para a decepção ocorrer. No caso do meu trabalho, gosto de pensar nas mudanças que podem chegar e nos desafios que ainda estão por vir. Em contrapartida, no lado pessoal está tudo tão bom ao ponto de eu preferir que nada mude.