Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Fernanda Rodrigues e Raoni

A cumplicidade do casal de atores em segunda lua de mel

Redação Publicado em 20/12/2010, às 12h24 - Atualizado em 07/06/2012, às 23h25

No Castelo de CARAS, em Tarrytown, a 40 minutos de New York, a beldade carioca e o galã paulista desfrutam de estada romântica e celebram a relação. - JOÃO PASSOS / BRASIL FOTOPRESS
No Castelo de CARAS, em Tarrytown, a 40 minutos de New York, a beldade carioca e o galã paulista desfrutam de estada romântica e celebram a relação. - JOÃO PASSOS / BRASIL FOTOPRESS

Desde o nascimento da herdeira, Luisa, que completou o primeiro aninho no último dia 11, os atores Fernanda Rodrigues (31) e Raoni Carneiro (29) contam nos dedos as vezes que se afastaram por longas horas da pequena. Viajar ao Castelo de CARAS, localizado na charmosa cidade de Tarrytown, a 40 minutos de New York, foi novidade para o casal, quase uma prova de fogo. "O convite para nos hospedar no castelo e curtir uma viagem a dois era irresistível, mas deu um aperto no coração de ficar longe da Luisa. Não era medo, mas saudade, coisa que só se entende quando tem um filho", confessa ela. "Mas não nos arrependemos, foram dias perfeitos!", acrescenta Fê, mais linda que nunca. O casal, que se conheceu há mais de dez anos, mas só engatou namoro após se reencontrar em 2008, na novela global Negócio da China, demonstrou completa sintonia durante a estada e, claro, matou a saudade da filhota via skype. De férias das telinhas, a estrela carioca também tem planos de voltar ao batente em 2011 - O que acharam do castelo? Fernanda - Eu não imaginava encontrar um lugar como este tão perto de New York. A gente se sente como se estivesse na Europa, não parece Estados Unidos. Esta região é linda, cheia de história e muito romântica... - A viagem foi como uma segunda lua de mel para vocês? Fernanda - Sim. Na primeira, na Itália, a gente fez a Luisa... Nesta aqui, não encomendamos outro, não! Quero tempo para curti-la. Sempre soube que queria ser mãe antes dos 30. - E você, Raoni, já fazia planos de se tornar pai? Raoni - Eu sempre achei maneiro, queria construir minha família. Depois que a gente decidiu, só não achava que ia ser tão rápido. Mas foi uma escolha consciente. O problema é que eu virei um idiota, babão de tudo! (risos) - Como ficou o relacionamento de vocês depois da Luisa? Fernanda - Somos muito companheiros. Desde que descobri que estava grávida, combinamos "vamos juntos nessa, eu e você". Claro que mãe sempre dá uma força, mas não temos babá ou empregada. Nós nos ajudamos em tudo e dividimos as tarefas. Ficamos muito mais caseiros também. Eu já admirava o caráter do Rao, mas a cada dia ele me enche mais de orgulho como homem e pai. Raoni - A Fernanda sempre foi uma menina que admirei, uma grande amiga, mas ela me surpreendeu como mãe. É legal, acho que passei a respeitá-la ainda mais. Eu sempre brinco que era fã das mulheres, mas depois que eu vi tudo o que elas passam na gravidez, fiquei ainda mais tiete.