Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Carnaval / Folia

Saiba como manter-se hidratado no Carnaval e fuja dos enjôos e mal estar

Beber muita água e controlar o consumo de sódio são algumas das dicas importantes para conseguir ficar saudável e com energia durante os desfiles, bailes e festas do feriado. Confira as dicas e orientações de uma nutricionista!

Luiza Camargo Publicado em 26/02/2014, às 19h29 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Hidratação no Carnaval - Shutterstock
Hidratação no Carnaval - Shutterstock

Sinônimo de diversão, o Carnaval está chegando. É época de muita alegria, dança, paquera e curtição. Porém, exagerar na bebedeira ou passar muito tempo sem ingerir água ou outros líquidos que ajudam a hidratar o corpo é muito perigoso. Isto porque a desidratação pode gerar muitos danos à saúde e sensações de mal estar. Julie Maida, nutricionista do Mixirica Alimentação Equilibrada, esclareceu todas as dúvidas relacionadas à hidratação no Carnaval e revela como é possível manter-se saudável durante O Carnaval sem perder a diversão da festa; Confira!

+ 5 dicas para cuidar do corpo antes e durante o Carnaval

Quem vai aproveitar o Carnaval da rua precisa seguir algumas orientações pré-festas/ Por exemplo, tomar apenas água, ou isotônicos?
Nos dias de Carnaval, o organismo demanda uma perda de líquidos muito grande, sendo necessário ficar muito atento para repor essa perda constantemente, lembrar-se sempre da hidratação. Além de 2 a 3 litros recomendado de água por dia, deve-se consumir suco de frutas natural e água de coco, que são excelentes opções para reposição hídrica, por serem ricos em sais minerais e vitaminas. Uma outra boa opção para hidratação dos foliões são as bebidas isotônicas, porém, essas devem ser consumidas com moderação devido à quantidade elevada de açúcar presente nas mesmas. Caso haja a necessidade de uma reposição energética por meio de uma bebida, o suco de açaí pode ser uma ótima opção, porém deve ser consumido com moderação e atenção devido ao seu alto valor calórico.

É fácil ficar desidratado no Carnaval?
Correr atrás do trio elétrico, desfilar em escola de samba e pular nos blocos de rua é quase uma maratona, nessa época do ano, há uma perda de líquidos mais intensa devido ao aumento das quantidades de atividades que são realizadas, além disso, geralmente há também o aumento do consumo de bebidas alcóolicas, as quais, possuem um efeito diurético, ou seja, o corpo irá precisar de maior quantidade de água para conseguir processar o álcool existente no organismo  ( nesse processo, a quantidade de água demandada pelo organismo é maior, o que acaba causando um processo de desidratação).

Quais são as bebidas que mais estimulam esse processo? Cerveja ou destilados? Quais?
Em relação às bebidas alcoólicas que mais estimulam esse processo de desidratação, são as destiladas, pois além da quantidade de álcool contida nessas serem muito maiores do que as fermentadas, as bebidas destiladas já sofreram inicialmente em uma das suas primeiras etapas, um processo de fermentação, como é o caso do uísque por exemplo (inicia-se pela fermentação dos grãos de cevada, que por sua vez já produz a cerveja). É importantíssimo lembrar que toda bebida alcoólica deve ser consumida com moderação.

O que é recomendado durante o Carnaval? O que a nutricionista sugere para conseguir aproveitar a folia sem correr nenhum risco?
Algumas dicas importantes que podem auxiliar ao folião passar de forma saudável essa época:
- Nunca ficar com o estômago vazio, porém respeitar o intervalo de pelo menos 1 hora após uma refeição leve para ir para folia;
- Procurar comer a cada três horas;
- Não pular refeições;
- O ideal é sempre ingerir pequenas porções em várias refeições diárias;
- Não comer em lugares com higiene inadequada;
- Preferir o consumo de alimentos leves e pouco gordurosos;
- Beber muito líquido durante a festa (ideal de 2 a 3 litros de água por dia).


Qual a diferença entre ressaca e desidratação? Há alguma ligação entre elas?
A desidratação é definida como a perda excessiva de líquidos do corpo, porém é importante destacar aqui, que além da perda de água, ela caracteriza-se também pela perda de sais minerais essenciais para manutenção do equilíbrio do organismo. Esse processo exige um maior trabalho do corpo a fim de reorganizar-se e reequilibrar-se, podendo ser extremamente danoso ao organismo. Já a ressaca, caracteriza-se pela intoxicação do organismo acometida pelo excesso de acúmulo de álcool, ou seja, o álcool ao ser ingerido em excesso, é metabolizado e distribuído pela corrente sanguínea para todas as células do corpo. As semelhanças existente entre esses dois processos são alguns sintomas  que eles causam como: cansaço, tonturas, mal estar, visão turva, desmaios, além de demandarem um enorme esforço do corpo com o objetivo de reequilibrar-se para conseguir voltar a realizar todas as suas funções normais do organismo.

A alimentação também pode influenciar na questão da hidratação? Como deve ser feita a alimentação durante a folia? Muito carboidrato, só proteína?
É importante dar uma atenção especial quanto à diminuição do consumo de sódio (presente em alimentos mais salgados, além de alimentos embutidos e enlatados), pois esse mineral em excesso, provoca a curto prazo uma grande retenção hídrica (acúmulo de líquidos no organismo), ou seja, compromete diretamente na hidratação do organismo (aumentando a demanda de reposição de líquidos, cuja necessidade nessa fase já é bem alta), e, a longo prazo pode gerar uma doença como a hipertensão arterial (“pressão alta”). O ideal é fazer uma refeição completa, leve e equilibrada, com a presença de todos