Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Carnaval / Folia

Paulinho da Viola e sua maratona na Sapucaí

Paulinho da Viola exalta sua escola Portela – cujo desfile ele foi um dos destaques – fala da paixão pelo carnaval e revela como foi sua maratona na Sapucaí

Redação Publicado em 21/02/2012, às 06h29 - Atualizado às 06h36

Paulinho da Viola e Lila Rabello - Renato Wrobel
Paulinho da Viola e Lila Rabello - Renato Wrobel

Os sessenta e nova anos de idade não tiraram de Paulinho da Viola a disposição de garoto. Convidado para ser um dos destaques da escola de samba carioca Portela, o cantor e compositor não só aceitou o convite, como conferiu alguns desfiles no Camarote CARAS.

No dia em que esteve na avenida, o sambista havia acabado de voltar de um show em São Paulo. “Sai do show, peguei o avião e cheguei, quase que em cima da hora, para desfilar”, recordou. “Foi uma verdadeira maratona. Mas, foi muito legal. O samba da Portela estava muito bonito, contagiante”.

Paulinho, que desfilou lado de Marisa Monte - “É uma grande amiga”, definiu – confia na vitória de sua escola de coração.  “A gente sempre está confiante”.

A história do sambista com o carnaval já é antiga. “Eu já brinquei muito no carnaval. Na minha infância, na minha adolescência, e agora desfilando na escola”, disse Paulinho, que tem uma paixão pelos blocos de rua. “Aos poucos, essa nova geração está retomando as ruas com os blocos. Acho fantástico. Tomara que volte como era antes, com os concursos de fantasia e tudo o mais”.

“O que eu mais gosto do carnaval é ver as pessoas brincando, aquele folião que inventa a própria fantasia”, afirmou.