Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Carnaval / Folia

Joãosinho Trinta abençoa o carnaval

Joãosinho Trinta ganha tributo da Beija-Flor em enredo sobre São Luís do Maranhão

Redação Publicado em 22/02/2012, às 14h32 - Atualizado às 14h38

Cinco vezes campeão pela Beija-Flor, João, morto em dezembro, tem sua imagem retratada em releitura de icônica alegoria. - nilton ricardo/samuel chaves
Cinco vezes campeão pela Beija-Flor, João, morto em dezembro, tem sua imagem retratada em releitura de icônica alegoria. - nilton ricardo/samuel chaves

Campeã do carnaval 2011 e detentora de 12 títulos, a Beija-Flor trouxe uma surpresa que emocionou a todos que gostam de carnaval ao apresentar o enredo São Luís – O Poema Encantado do Maranhão, que conta a história da capital, fundada há 400 anos. No último carro, a agremiação apostou na emoção: prestou um tributo ao maranhense Joãosinho Trinta, gênio criativo da azul e branca de Nilópolis no período de 1976 a 1992 e morto em dezembro do ano passado, aos 78 anos. A homenagem foi uma releitura da alegoria criada pelo artista em 1989, no inesquecível enredo Ratos e Urubus, Rasguem Minha Fantasia. Na época, a obra, uma réplica do Cristo Redentor, foi censurada e coberta por um pano preto. Agora, a escultura do carnavalesco veio de braços abertos com a faixa “Joãosinho, ontem proibido, hoje olhai por nós.”

Estrategicamente posicionada na frisa do Camarote Devassa, Andréa Beltrão (48) estava feliz por assistir pela primeira vez a um desfile de tão perto. “Estou adorando. O lugar aqui é maravilhoso, muito próximo da avenida, conseguimos ver tudo”, contou a atriz, ao lado do marido, o diretor Maurício Farias (50). “Gosto das escolas e adoraria participar mais, acompanhar os ensaios, mas não dá por causa do trabalho. Confesso que torço mais pela Mangueira, por causa da tradição, mas achei comovente a homenagem da Beija-Flor ao Joãosinho”, disse Andréa.