Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Carnaval / Folia

Em sua estreia como madrinha de bateria, Carol Bittencourt declara: 'Vou dar o meu melhor'

Caroline Bittencourt estreia como madrinha de bateria no carnaval e compartilha sua emoção com a CARAS Online. O rapper Emicida também estava no ensaio e falou sobre o samba como propagador da cultura brasileira

Redação Publicado em 10/02/2012, às 00h50 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Caroline Bittencourt - Reprodução/TV CARAS
Caroline Bittencourt - Reprodução/TV CARAS

Em sua estreia como madrinha da bateria da Acadêmicos do Tucuruvi, Caroline Bittencourt (30) vai estar toda de dourado na avenida e com adereços que remetem à África, tema do enredo da escola de samba este ano. Nesta quinta-feira, 9, a loira compareceu ao ensaio ténico para acertar os últimos detalhes: "Durante todo o ano nós temos ensaios, mas agora o ritmo é mais intenso. Apesar de ter vindo a vários deles e estar me preparando desde que eles me convidaram em agosto, sempre que a gente chega na avenida acha que ainda não está pronta, que poderia estar melhor. Mas eu vou dar o meu melhor, vou estar lá com todo o meu sangue, toda a minha alegria, para quem sabe levar o título".

Carol ainda não sabe qual a melhor parte do carnaval, mas afirma: "A primeira emoção é ali na concentração, o coração já bate mais forte e já dá aquela vontade imensa de chegar na avenida. Pena que parece que dura tão pouco!"

Ela que está à frente de um programa na web sobre moda e também está se preparando para estrelar uma peça sobre transtornos alimentares destacou a importância da saúde: "A gente faz parte de uma sociedade que fala muito da beleza, uma beleza a todo custo, mas quando a beleza prejudica a sua saúde, não é mais beleza. No carnaval, as mulheres também querem estar lindas, mas para você estar linda precisa estar saudável, tem que se alimentar de uma maneira correta, não adianta fazer aquelas dietas malucas, e estar bem consigo mesma".

Depois do desfile, Carol vai aproveitar o resto do feriado ao lado da família e do namorado, André Bankoff (30).

O rapper Emicida (26) também estava lá e conversou com a CARAS Online sobre a importância do carnaval como uma possibilidade transgressora, de inversão da ordem do poder quando o povo ganha as ruas e mostra sua cultura, mas destaca: "Tendo o enredo que é a África, todo mundo exaltando a diversidade do nosso povo, e tem esse lance de que a alegria do pobre no carnaval dura cinco dias, não senhor, o samba trabalha para que o ano inteiro seja felicidade para o nosso povo e é isso o que a gente está fazendo aqui, plantando a auto-estima que vai render o resto do ano".

Em seu discurso para a comunidade, ele exaltou o orgulho de fazer parte daquela festa, que tenta resgatar a essência do carnaval em uma luta diária pela cultura brasileira. Ao declamar a letra de Quero Ver Quarta-feira, Emicida foi aplaudido em coro.