Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Sophia Abrahão adota um cabelo ruivo escuro; saiba tudo sobre o tom

Saiba como ficar linda com os cabelos vermelhos iguais ao da atriz e cantora e veja quais são os riscos de pintar com este tom

CARAS DIGITAL Publicado em 30/09/2015, às 17h33 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Sophia Abrahão - Reprodução/Instagram
Sophia Abrahão - Reprodução/Instagram

Sophia Abrahão abandonou os fios ruivos claros e agora exibe cabelos num tom mais escuro, quase vinho. O resultado ficou lindo, porém, para manter esta tonalidade, os cuidados com os fios devem ser redobrados.

"Para manter essa tonalidade, é sempre muito trabalhoso e requer muitos cuidados por se tratar de uma cor totalmente cosmética, diferente da natural. Dependendo da tonalidade natural do cabelo, é necessário fazer uma descoloração e depois colorir com a cor desejada. É preciso também fazer uma manutenção para  manter a cor impecável, sendo essa, quase que semanal ou, no máximo, a cada 15 dias. E a raíz deve ser retocada e o restante tonalizado", afirma o tricoterapeuta e colorista Arillson Christino, do Institudo Beleza Moça Bonnita.

A procura por um bom profissional, especializado em tintura, é a melhor escolha que uma mulher deve fazer antes de decidir adotar fios neste tom de ruivo. Caso seja mal feita, a tintura pode trazer alguns riscos.

"Os riscos para o couro cabeludo são os mesmos de qualquer coloração, algumas pessoas podem apresentar algum tipo de alergia aos corantes utilizados nas colorações, o que as impede de utilizá-las. O grande problema acontece se a pessoa quiser utilizar colorações de varejo, que são depositativas e que, com o passar do tempo, com muitas reaplicações, se torna mais difícil removê-las para futuras mudanças. Além disso, em alguns casos, quando é necessário descolorir o cabelo antes de aplicar a coloração vermelha, pode causar uma irritação no couro cabeludo quando não protegido levando a descamações ou até mesmo feridas", afirma a especialista.