Big Brother Surpresa!

Paula revela sua reação quando descobriu que estava sendo acusada de preconceito

Loira abriu o jogo sobre sua reação com a polêmica
Loira abriu o jogo sobre sua reação com a polêmica Reprodução/Instagram


Vencedora do BBB19 disse que ficou incrédula e preocupada com a repercussão dos fatos

Na manhã desta quarta-feira, 8, Paula von Sperling participou do programa radiofônico de Otaviano Costa. Durante um bate papo bem descontraído, a vencedora do Big Brother Brasil 2019 se mostrou bem à vontade e abriu o jogo sobre diversos assuntos, entre eles a sua participação no reality, sua vida pessoal e a acusação que está respondendo judicialmente.

Após ser indiciada pelo Decradi – Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância, a loira prestou depoimento na delegacia no Rio de Janeiro a fim de esclarecer melhor a polêmica que se envolveu ao se referir de forma negativa à religião de Rodrigo, um dos participantes da 19ª edição do confinamento.

Segundo a mineira, foi tudo muito surpreendente. Sua irmã, Mônica foi responsável por dar a notícia, que à princípio acabou causando uma certa preocupação para ela. Logo, a vencedora do BBB19 disse que refletiu sobre seus atos e chegou a conclusões importantíssimas sobre sua forma de agir perante a sociedade.

“Quem me falou do problema foi minha irmã, Monica. E eu fiquei 'o quê?'. Não entendi nada. Eu fiquei um pouquinho preocupada, só um pouquinho. Notei que precisava corrigir um problema sério em mim, mas eu acho que isso que está acontecendo não vai dar mais tanta repercussão", disse ela.

Ainda sobre o assunto, a bacharel em direito revelou que ficou bem incomodada com a forma que foi tratada, afinal, era a primeira vez que compareceu a uma delegacia, naquela proporção. O tratamento de algumas pessoas acabou fazendo com que ela se sentisse uma criminosa.

"Foi a primeira vez que fui para uma delegacia, e fui para lá como uma bandida. Eu dei meu depoimento, e enviaram a denúncia para o Ministério Público. Eu quero muito mudar, lá dentro mesmo, o Rodrigo me dava alguns toques. Eu vi que é uma coisa errada em mim, que preciso segurar muito, porque é errado falar o que falei. Até agora, não falei com Rodrigo, mas acho que não tem interesse da parte dele", completou a ex-BBB.

Paula foi indiciada no dia 18 de abril por preconceito e intolerância religiosa. Por meio de um pronunciamento oficial, o Decradi disse que colheu vários depoimentos e chegou a conclusão de que a loira teria sido intolerante com Rodrigo. Desde então, o processo está nas mãos do Ministério Público, que ainda vai definir se arquiva ou processa a sister.

por CARAS Digital
Atualizado quarta 8 maio, 2019 (319212) | 15/09/2019 12:52:24

Mais conteúdo sobre:

ASSINE E GANHE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Pouco antes de ser internado, Roberto Leal deu uma entrevista na qual falou sobre sua carreira e experiências vividas Em última aparição, Roberto Leal falou sobre sua trajetória
  2. 2 Davi Lucca faz comentário inusitado sobre o irmão
  3. 3 Ludmilla desabafa sobre críticas ao seu namoro
  4. 4 Filme de Suzane Von Ritchthofen pode ganhar formato para TV
  5. 5 Bruno Gagliasso homenageia Giovanna Ewbank em aniversário
  6. 6 Em São Paulo, morre o cantor Roberto Leal aos 67 anos
  7. 7 Anitta compartilha registro de sua manhã de domingo em casa
  8. 8 Internautas comentam novo casal da novela 'A Dona do Pedaço'
  9. 9 Eliana celebra o aniversário de dois anos da filha Manuela
  10. 10 Vera Viel beija Rodrigo Faro em Londres