Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARAS
Big Brother / REALIDADE

Paula abre o jogo sobre a fama após vencer BBB19: ''Preciso acostumar com o assédio''

Ex-BBB Paula fala sobre a fama após ganhar o reality

CARAS Digital Publicado em 23/04/2019, às 19h33 - Atualizado em 24/04/2019, às 10h23

Paula - Reprodução / Instagram
Paula - Reprodução / Instagram

Paula von Sperling, vencedora do 'Big Brother Brasil 2019', voltou para a sua cidade natal, em Minas Gerais. A famosa está aproveitando a presença da família e, principalmente, de sua porca de estimação Pippa.

Entretanto, nem tudo são rosas, a artista está enfrentando um processo por intolerância religiosa devido a seus comentários racistas contra o ex-BBB Rodrigo França.

Devido a tantas notícias relacionadas ao seu nome, a loira desabafou sobre o preço da fama durante uma entrevista para o Portal UOL.

"Juro que eu não imaginava que seria essa loucura. As pessoas não param de bater na porta da minha casa. É na hora do café, é na hora do almoço, é na hora do jantar. Eu procuro atender todo mundo com carinho porque são pessoas que torceram por mim. Mas é difícil. Perde um pouco a liberdade, o sossego. Sei que vou precisar me acostumar com o assédio e a repercussão", desabafou. A mineira ainda confessou que, quando entrou no reality, não pensava na fama ou no prêmio final. "Só queria mesmo os prêmios, um carro e alguns eletrodomésticos", revelou ela.

Paula aproveitou o desabafo para falar sobre as amizades. De acordo com a ex-participante, ela perdeu o contato com os integrantes do Grupo da Gaiola. "Eles deixaram claro que não querem mais falar comigo por conta daquela confusão que teve e eu resolvi então deixar quieto. Decidi respeitar", contou para o UOL. No entanto, o sentimento com o Grupo do Camarote permanece forte. "Falo todos os dias. A amizade ficou mesmo", celebrou.

A fama chegou e, mesmo que ainda tenham coisas ruins, a vencedora está recebendo muitos convites para trabalhos: “Tenho recebido vários convites e propostas de trabalho, mas não sei nada desse meio, não tenho ideia de valores nem de contratos. Estou muito perdida e vou começar a conversar com pessoas que entendam para poder me dar um norte", revelou.