Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Big Brother / Momentos!

BBB21: Após troca de farpas e votos, Arthur e Fiuk conversam: ''Manipulação de voto''

Fiuk e Arthur conversam sobre o que de fato está por trás de seus recentes conflitos

CARAS Digital Publicado em 15/02/2021, às 09h53 - Atualizado às 09h59

Fiuk e Arthur conversam sobre o que de fato está por trás de seus recentes conflitos - Reprodução/Tv Globo
Fiuk e Arthur conversam sobre o que de fato está por trás de seus recentes conflitos - Reprodução/Tv Globo

Fiuk está tentando amenizar a atmosfera tensa que tomou conta de suas relações na casa.

Na madrugada desta segunda-feira, 15, após uma troca agressiva de votos com Arthur, o cantor decidiu bater um papo sincerob sobre sua inimizade com o instrutor de crossfit.

No início da conversa, Arhur permaneceu na defensiva: ''Pelo que estou sabendo, estou organizando voto''. "Foi o que chegou em mim", retrucou Fiuk, afirmando que aconteceu um verdadeiro "telefone sem fio" entre os participantes, apontando também que, se Arthur não havia organizado o voto dos brothers nele, o que chegou em seus ouvidos não fazia sentido algum.

Arthur justificou seu posicionamento revelando não ter sentido abertura para conversar com Fiuk sobre o assunto."Quero trocar essa ideia porque quero saber onde eu estou pisando. É muito estranho isso aí'', disse o cantor.  "Eu falei com o Projota: 'Não é minha opção. Mas se for pra eu sair do Paredão, eu não tenho o que fazer'', colocou Arthur.

"A conversa foi isso. E eu estou bolado porque quem eu acho que começou esse leva e traz foi o Nego Di. Ele foi a pessoa que mais conversou com todo mundo. Ele estava na conversa e o que eu levei foi justamente isso. Falei: 'A gente está na reta'. E eu sabia que eles não iam em você, tanto que eles não foram. E o Projota falou: 'Entre o meu e o seu, eu prefiro o meu'. E foi o que eu fiz. Pegaram uma história que eu perguntei a opinião e transformaram numa manipulação de voto", continuou.

Ao escutar o lado do instrutor de crossfit, Fiuk ressaltou"Aqui a gente tem que ir direto na pessoa quando rolar a dúvida. Eu confio mais na sua palavra falando sobre você do que alguém''.