Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Big Brother / BBB19

Produção corta áudio e radicaliza na punição coletiva para os participantes

O programa não gostou da política adotada pelos brothers durante a atração

CARAS Digital Publicado em 18/01/2019, às 15h38 - Atualizado às 15h50

Big Brother Brasil - Reprodução / TV Globo
Big Brother Brasil - Reprodução / TV Globo

O Big Brother Brasil 19 nem completou uma semana e já está fervendo. Durante a tarde desta sexta-feira, 18, a produção do programa cortou o áudio da transmissão 24 horas por cerca de 30 segundos para dar uma bronca e uma punição coletiva nos participantes. 

Como o áudio não estava aberto para os telespectadores, não foi possível ouvir a mensagem polêmica.

Mas assim que transmissão voltou ao normal, os brothers comentaram que cada participante tinha perdido 50 estalecas por estarem falando nomes de marcas que não patrocinam o programa global.

O OCORRIDO

Antes da bronca coletiva, Alan e Vanderson conversavam na cozinha sobre música. "Eu acordo colocando Spotify para tocar já", disse o catarinense. "Eu também. Eu comprei uma caixinha daquela JBL. Eu acordo, ligo o Spotify...", respondeu o acreano.

Minutos depois, a sister Isabella pediu controle aos outros participantes. "A gente tava falando demais nome de marca mesmo. Só a gente se controlar que tá tudo certo e não vamos para o Tá com Nada".