CARAS Brasil
Busca
Facebook CARAS BrasilTwitter CARAS BrasilInstagram CARAS BrasilYoutube CARAS BrasilTiktok CARAS BrasilSpotify CARAS Brasil
Big Brother / Hora de dar tchau!

BBB 24: Pitel se despede do quarto gnomo: 'Loucura'

Produção do BBB 24 decide fechar o quarto gnomo para sempre e Pitel é flagrada em seu momento de despedida do local. Assista!

por Priscilla Comoti

pcomoti_colab@caras.com.br

Publicado em 02/04/2024, às 14h08

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Pitel se despede do quarto gnomo - Foto: Reprodução / Globo
Pitel se despede do quarto gnomo - Foto: Reprodução / Globo

A sister Pitel viveu um momento triste na tarde desta terça-feira, 2, ao se despedir do quarto gnomo no BBB 24, da Globo. O local foi fechado para sempre pela equipe de produção, que pediu que os participantes tirassem seus pertences de lá e se mudassem para o quarto Fadas.

Após ouvir o recado da produção, Pitel se despediu do quarto. Sentada em sua cama, ela olhou todos os detalhes e tirou fotos para guardar de recordação. “Foi uma loucura, tá? Isso aqui foi uma loucura”, disse ela.

Então, ela lamentou ter que ir para o Fadas. “Não gosto daquele quarto. Isso é um sinal, tá? Vai sair mais um daqui”, afirmou ela, que está no paredão da rodada contra Alane e Beatriz.

Conversa de Pitel com sisters

Na área externa da casa mais vigiada do Brasil, Pitel conversa com Lucas Henrique sobre uma conversa que ela teve com Alane e Beatriz, com quem enfrenta a berlinda nesta segunda-feira, 01. Se a assistente social sair do BBB 24, ela afirma que falou tudo que queria falar para as participantes.

Buda pergunta como a sister está se sentindo depois desta tarde. "É uma desgraça. É bom porque, se for para sair amanhã, eu falei tudo que queria falar para elas. De verdade, é o que sinto e o que reforço desde o começo", afirma a assistente social.

A sister diz que torce muito por todos os participantes fora da casa mais vigiada do Brasil. "Estava pensando sobre as minhas próprias questões do depende. É muito fácil eu jogar paras as costas do jogo, né. Ninguém te obrigou a falar nada do que você falou, ninguém você obrigou a ter opiniões que você teve, nem ser dura se você achou que era dura. Mas eu fiz porque senti isso", explica ela.

"Eu senti que deveria me posicionar e a minha forma de posicionar foi essa. Fui verdadeira com o que estava sentindo. Se foi bom ou ruim para mim, já sai do meu próprio julgamento. Mas em relação a olhando para isso e é o que eu estava sentindo", finaliza a assistente social.