Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS
Big Brother / Desabafo

BBB 22: Em exclusiva, Vyni desabafa: “Muitos têm dificuldade de aceitar uma amizade entre um gay e um hetero”

Em entrevista para CARAS Digital, Vyni desabafa sobre seu relacionamento com Eliezer e revela que só se assumiu gay para a família por ter entrado no reality

Caras Digital Publicado em 20/03/2022, às 11h47 - Atualizado às 13h02

Vinícius do BBB 22 - Foto: Divulgação
Vinícius do BBB 22 - Foto: Divulgação

As expectativas do público para a participação de Vyni (24) no Big Brother eram enormes. Antes mesmo do reality começar, ele foi o único a atingir a marca de 1 milhão de seguidores no Instagram, hoje, já são mais de 4 milhões. Foram mais de 50 dias de confinamento,uma forte aliança formada com Eliezer (31) e muita coreografia entregue. No oitavo paredão, Vyni foi elimado com 55,87% dos votos. 

Em conversa exclusiva com a CARAS Digital, Vyni comentou sobre ter se fechado nas últimas semanas de confinamento, seu relacionamento com Eliezer, se iria sair do armário para a família se não tivesse entrado no reality e muito mais.

Confira aqui a entrevista exclusiva de Vyni para CARAS Digital


Sobre ter ficado mais introvertido nas últimas semanas
"Como desabafei na última festa com Eslô e Eli, acabei me fechando a cada dia. Mais pelo medo da comparação e de ser julgado por algo que eu não estava fazendo. Não consegui ser o Vyni alegre, brincalhão e livre das primeiras semanas."

Sobre mudar seu comportamento na hora do "ao vivo"
"Acho que no ao vivo era o momento que todos olhavam com mais "julgamento" uns aos outros. Fui sempre daquela forma. Imagina se eu não iria estar super empolgado por falar com o Tadeu, minha gente? Ele é tudooo! rsrs Não tenho como falar por eles, não consigo mudar o que as pessoas acham. Mas acho que o Tadeu merece o melhor de todos nós no ao vivo, né?"

Sobre seu relacionamento com Eliezer
Dentro da casa, Vyni formou uma grande amizade com Eliezer. Aqui fora, muitos taxaram a amizade como um amor platônico de Vinícius para com o designer. O cratense respondeu porquê o público escolheu ver a proximidade dos dois dessa forma: "Pela dificuldade que muitos têm de aceitar uma amizade verdadeira entre um gay e um heterossexual. Sou assim com todos os meus amigos e amigas. Cuido, sou carinhoso.", revelou ele.

Sobre se assumir gay à sua família
Ao receber a notícia que seria um dos participantes do Big Brother Brasil 22, Vyni reuniu sua família na sala e se assumiu homossexual. Segundo ele, se não fosse o reality, ele ainda estaria no armário: "Sempre tive medo, apesar de achar que é algo que não dê para esconder 100%. Acho que iria demorar mais um pouco (para me assumir), sim."

Sobre sua imagem após participação no reality
"Independentemente do que muitos acharam, só tenho a agradecer a Deus e a todo mundo que está comigo. Tenho recebido muito amor, carinho e apoio."

Sobre para quem vai a torcida de Vyni, e quem ele acredita que será o(a) vencedor(a)
"Pelo pouco que vi, acho que Arthur tem muitas chances de vencer. Mas torço por Lina, pela mulher forte, por toda luta que carrega. Foi uma pessoa que me abraçou e fez de tudo para me ajudar quando nem eu mesmo percebi que estava precisando."

Enquete BBB: Para quem Lucas Bissoli deve dar imunidade?

  • Douglas Silva
  • Eliezer
  • Eslovênia
  • Jessilane
  • Laís
  • Linn da Quebrada
  • Natália
  • Paulo André
  • Pedro Scooby