Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Saiba o que é a gordura trans, em quais alimentos ela está presente e seus riscos

Inimiga da saúde, a gordura trans é encontrada em batata frita e lasanha congelada, por exemplo. Endocrinologista esclarece principais dúvidas; confira

Luiza Camargo Publicado em 06/07/2015, às 17h00 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Gordura trans - Shutterstock
Gordura trans - Shutterstock

Todo mundo já ouviu falar sobre a gordura trans, mas pouca gente sabe realmente o que é.

"A gordura trans é um tipo específico de gordura e significa ácido graxo transverso. É obtida a partir de um processo químico que pode ser natural (quando ocorre no estômago de animais) ou industrial (quando óleos vegetais líquidos são transformados em gorduras sólidas através da adição de hidrogênio). Esse tipo de gordura é amplamente utilizado na indústria, porque melhora a consistência do alimento e aumenta sua durabilidade", informa a endocrinologista Flávia Junqueira, endocrinologista da Clínica Goa Health Club.

Todavia, ela é muito prejudicial à saúde, por isso, muitas marcas no mundo e no Brasil optaram por retirar da composição de seus alimentos este tipo de gordura.

" A gordura trans traz muitos malefícios à saúde. Ela aumenta a fração ruim do colesterol, o LDL, e reduz a fração boa, o HDL. Essa condição predispõe o entupimento de artérias (aterosclerose) podendo levar a infarto e derrame. Também causa aumento da obesidade, principalmente abdominal, podendo ocasionar esteatose hepática e diabete mellitus", indica a especialista.

Mas, como vivemos sempre na correria, muitas vezes é impossível comermos alimentos saudáveis . Porém, há algumas gorduras "boas".

"Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a ingestão de gordura trans não deve ultrapassar 1% do valor calórico da dieta. A média calórica de um adulto gira em torno de 2000kcal dia, sendo assim a ingestão não deveria ultrapassar 2g ao dia. Porém, devemos priorizar sempre as gorduras mais naturais, a manteiga se consumida moderadamente pode ser uma opção mais saudável", comenta Flávia.

Confira abaixo os alimentos top 5 que, segundo a endocrinologista Flavia Junqueira, são os mais ricos em gorduras trans.


1) 1 pacote de batata frita – 8 g de gordura trans

2)  Lasanha Congelada 4 queijos (320g) – 3,4 g de gordura trans

3) Biscoito recheado (3 unidades) – 2,1g de gordura trans

4) Salgadinhos de pacote (30g) – 2g de gordura trans

5)  Sorvete massa (1 bola) – 1,6g de gordura trans