Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Popó Bueno e Andrea mostram seu apartamento e falam do plano de ter filhos

Piloto Popó Bueno e sua amada, Andrea Bogosian, mostram a tranquila rotina que rege o casamento

CARAS Publicado em 02/01/2014, às 19h00 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Popó Bueno e Andrea mostram a tranquila rotina que rege a união - Samuel Chaves / S4 PHOTOPRESS
Popó Bueno e Andrea mostram a tranquila rotina que rege a união - Samuel Chaves / S4 PHOTOPRESS

Ao entrar no apartamento paulistano de 300 m² do piloto da Stock Car Popó Bueno (35), a primeira coisa que literalmente salta aos olhos é uma enorme tela com o retrato de sua mulher, a empresária de moda Andrea Bogosian (29). O quadro foi comprado em Èze, na França, do artista Dimitri, e tem algo bastante especial. O admirador fixa o olhar em um minúsculo ponto branco no centro da tela durante 30 segundos. Em seguida, olha para o teto branco e enxerga uma fotografia de Andrea. Uma ilusão de ótica que encantou a moça quando ela viu uma obra semelhante na casa do sogro, Galvão Bueno (63), em Mônaco, com a imagem de sua mulher, Desirée Soares(43).

Popó e Andrea estão casados há um ano e já se dizem prontos para ter um filho. Aliás, querem dois. “Já abrimos a temporada”, brinca ele. “A hora que Deus mandar, a gente está aceitando”, completa ela. O apartamento tinha um quarto para a babá, mas acabou abrigando algo diferente: o simulador de corrida usado pelo piloto para treinar. Com bom humor, Andrea vestiu o macacão do marido e brincou no simulador para mostrar a ele sua destreza no volante.

Nessa família, os negócios se misturam. Popó cuida da parte financeira da empresa da mulher. Andrea vem de uma família de tradição no ramo têxtil e há dois anos criou sua grife. Como Popó tem tempo entre as corridas, ele decidiu ajudar a mulher no  trabalho. “Lá, a gente se senta na mesma sala, mas nem se fala muito. Não parece marido e mulher”, fala ela. Outra tela que se destaca no lar é de Waldomiro Sant’Anna (61). “Eu decorei o apartamento antes de me casar. Popó foi chegando e dando o toque dele. Seus troféus se misturam aos objetos. Tenho um estilo mais moderno, mas gosto de peças clássicas como as cadeiras Luís XV”, diz ela.

Outra cadeira atrai olhares na sala. Foi da mãe de Popó, Lúcia Ferro Costa, que morreu em 2010. Ela tinha duas iguais. Galvão pediu um macacão a cada um dos filhos pilotos: Popó e Cacá Bueno (37). Mandou forrá-las com os macacões e presenteou-os no Natal de 2011. Andrea também usou um macacão que ganhou do eleito como um quadro onde se lê: “Para a mulher mais linda e especial...”.

Há várias imagens de santos no quarto do casal. Andrea, contudo, é católica ortodoxa, religião que adota apenas pinturas de santos, não estátuas. “Sou católica ortodoxa porque sou armênia. Nosso casamento foi ortodoxo armênio”, explica. Na cabeceira da cama, está o terço que levou nas mãos vestida de noiva e um livro de orações. “Deus é tudo. Sem fé ninguém chega a lugar nenhum. As pessoas costumam procurar a religião só quando têm algum problema. Se forem assíduas, não vão chegar ao fundo do poço”, comenta. 

Popó se diz “meio católico, meio evangélico”. E esclarece: “Fui batizado na Igreja Católica, mas meus pais nunca foram praticantes. Cada um tem a sua maneira de buscar Deus. Eu fico meio cá, meio lá. Quando a coisa aperta todo mundo grita ‘ai meu Deus’”

Andrea gosta das viagens a dois e Popó, de ficar em casa e tomar café da manhã com ela. “É bom ter sempre ao seu lado alguém especial”, confidencia ela. “A melhor coisa do casamento é o dia a dia. Cada largada é uma situação diferente. Aqui, a gente briga, ri e é tudo bom”, garante o piloto.

Popó conta que se sentiu atraído pela beleza da mulher. Eles se conheceram numa festa na casa do irmão de Andrea, Fábio Bogosian (34). “O que me chamou atenção nela é o que atrai todo homem: o aspecto físico. Foi importante também ela ser muito ligada à família, como eu sou. Ainda admiro a garra que ela tem no trabalho. Dizem que o homem sempre procura alguém parecido com a mãe e ela se parece com a minha em vários aspectos”, revela ele. “Além de ele ser lindo, sempre foi muito educado comigo. Eu nunca me interessava em conversar com outros amigos do meu irmão. Com ele foi diferente”, lembra Andrea. Logo, o casal estará contando esta história para os filhos.