Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

‘As pessoas me param no supermercado para ver se minhas compras são saudáveis’, diz Mariana Ferrão

A jornalista Mariana Ferrão contou à CARAS Online como funciona o assédio dos fãs do ‘Bem Estar’

Redação Publicado em 10/01/2012, às 08h07 - Atualizado em 08/08/2019, às 15h43

Mariana Ferrão, apresentadora do 'Bem Estar' - Divulgação/ Rede Globo
Mariana Ferrão, apresentadora do 'Bem Estar' - Divulgação/ Rede Globo

Apresentadora do Bem Estar desde sua estreia, em fevereiro de 2011, Mariana Ferrão (33) faz sucesso nas ruas com os telespectadores. Mas não pense que ela tira fotos ou distribui autógrafos a seus fãs.

“As pessoas me param no supermercado para ver o que estou levando no carrinho, pra ver se as minhas compras são realmente saudáveis. As atendentes dos caixas sempre ficam de olho”, disse a jornalista à CARAS Online.

E esse tipo de assédio acontece porque no programa da Rede Globo, ela e seu colega Fernando Rocha dão dicas e entrevistam especialistas sobre os mais variados assuntos relacionados a saúde.

Segundo a jornalista, as pessoas chegam, inclusive, a perguntar suas dúvidas sobre o tema do programa. “Teve uma vez em que estava indo até a farmácia e uma moça me disse: ‘Mariana, minha mãe tem pressão alta, meu pai colesterol, você acha que eu estou condenada a morrer de enfarte?’", contou, acrescentando que, em sua rotina, segue as dicas do programa e tem uma dieta saudável, além de praticar exercícios físicos de quatro a cinco vezes por semana.

Mariana também já chegou a se emocionar com um telespectador paraibano que a encontrou em Recife, no Pernambuco. “Ele me disse que o Bem Estar estava aumentando a expectativa de vida no interior da Paraíba. No começo achei meio exagerado, já que naquela época o programa tinha apenas quatro meses, mas depois, com todos os e-mails emocionantes que a gente recebe a cada semana, vi que ele tinha razão. Se a gente ajudar uma única criança a comer melhor, isso já vai aumentar a expectativa de vida dela e provavelmente da família inteira.”

Parece que todo o esforço com a produção do programa realmente vale a pena. “Temos uma reunião semanal em que definimos os próximos temas, aí vem o mais difícil que é a apuração - que sempre tem que ser feita com vários médicos e não apenas com aqueles que vêm ao estúdio - e a criação das demonstrações e experiências que viraram marcas do Bem Estar. O trabalho é pensar uma maneira divertida e fácil de fazer as pessoas entenderem o que a gente quer dizer. A equipe do Bem Estar é uma usina de ideias”, explicou Mariana, que é casada há cinco anos e não tem filhos.