Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Médico ensina como deixar de fumar sem utilizar remédios; confira

No Dia Mundial Sem Tabaco, o médico Carlos Gazanego lista alimentos e alternativas saudáveis para largar o vício sem precisar usar remédios

Bruna Nastas Publicado em 31/05/2016, às 10h47 - Atualizado às 10h57

Veja como deixar de fumar sem usar remédios - Getty Images
Veja como deixar de fumar sem usar remédios - Getty Images

No dia 31 de maio é celebrado o Dia Mundial Sem Tabaco. Apesar das toxinas permanecerem no indivíduo por alguns dias após a desistência do vício, o médico Carlos Gazanego, professor da Faculdade de Medicina de Pretrópolis (FMP/Fase), explica que existem alternativas naturais para o dependente.

“É essencial que o ex-fumante beba muito água para desintoxicar. Na dieta, é importante acrescentar frutas e sucos desintoxicantes. Portanto, adote o hábito de beber água sempre que tiver vontade de fumar.”, diz ele.

Existem também diversas plantas medicinais que ajudam a aliviar a tensão e o estresse. “Algumas ervas também são capazes de inibir o consumo em pessoas que cessaram o uso do tabaco recentemente. Já outras podem ajudar a revigorar o pulmão dos danos causados pelo cigarro, removendo várias substâncias cancerígenas do organismo”.

A acupuntura também é uma ótima alternativa “O tratamento com acupuntura pode ajudar com a desintoxicação e relaxamento do corpo, bem como o tratamento dos sintomas associados ao cessamento do tabagismo, incluindo tremores, agitação, ansiedade e irritação”.

Praticar exerícios físicos também é uma maneira para a “recuperação da saúde” do paciente. “Para começar a fazer atividade física, o fumante deve primeiro fazer um check-up cardiovascular e pulmonar. Nesse sentido, para a prática de atividade física trazer benefícios significativos à saúde é necessário que ela não esteja associada ao hábito de fumar. O ideal é praticar exercícios pelo menos durante 30 minutos, todos os dias, ou 1 hora e meia, três vezes por semana”.

Dr. Carlos alerta que alguns alimentos como refrigerantes, carnes gordas, frituras, cafés, doces em geral e até mesmo excesso de sal devem ser evitados. O ideal é optar por uma dieta equilibrada com alimentos naturais e com baixas calorias.

Abaixo, ele lista alimentos que ajudam na cessação do tabagismo:

Leite: “Um copo de leite pode ser seu primeiro aliado no dia para deixar de fumar, já que além de piorar o sabor do fumo, graças a vitamina B, permite eliminar a nicotina do organismo. Esta mesma característica pode ser encontrada em todos os laticínios como o iogurte e queijos”.

Aveia ou/e arroz integral:  ‘Devido a seu alto conteúdo em selênio, esses alimentos ajudam a gerar um antioxidante que elimina os radicais livre provocados pelo fumo”.

Cenoura: “A vitamina A, além de ajudar a consertar os radicais livres provocados pelo tabagismo, protege os pulmões”.

Espinafre: “O espinafre fornece quantidades importantes de beta-carotenos, compostos que são transformados em vitamina A e desempenham ações antioxidantes”

Feijão e legumes: “Fazem com que o fumo tenha pior sabor”

Laranja e vitamina C: “O suco de laranja ajuda a consumir vitamina C, antioxidante natural que ajuda a prevenir o aparecimento de substâncias cancerígenas. Outros sucos como o de acerola, caju, manga e goiaba também exercem essa função”

Batata: “Os problemas respiratórios são comuns nos fumantes. O zinco contido na batata ajuda a combater ditos problemas.”