Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Lalá Mesquita fala abertamente sobre a endometriose: ''Não desistam''

Lalá Mesquita, atualmente aos 40 anos, dedica a sua influência para falar sobre a saúde feminina nas redes sociais

CARAS Digital Publicado em 13/07/2022, às 10h49

Lalá Mesquita - Reprodução/Instagram
Lalá Mesquita - Reprodução/Instagram

Lalá Mesquita (40), que dedica a sua influência para falar sobre a saúde feminina nas redes sociais, falou abertamente sobre endometriose e os relatos recentes de Anitta sobre a afecção.

Assim como Tatá Werneck, Wanessa Camargo, Giovanna Ewbank e Larissa Manoela, só para citar alguns exemplos, a modelo também foi diagnosticada com endometriose em 2019, após três gestações e anos de dores e cólicas.

Atualmente, aos 40 anos, é considerada curada, vem usando a sua plataforma, que conta com mais de 160 mil seguidores, para trocar informações a respeito da doença causada pelo crescimento de tecido endometrial fora do útero, em locais como intestinos, ovários, trompas de falópio e bexiga.

Ela ainda elogiou a postura da cantora brasileira por divulgar abertamente, em uma publicação no Twitter e, posteriormente, em entrevista ao programa Fantástico (TV Globo), o seu caso para alertar quem possa ter os sintomas, mas ainda não obteve a avaliação correta da causa de sua aflição.

"A verdade é só uma, exatamente como a Anitta postou: sentir dor não é normal. Pesquisem, procurem mais de um médico, mais de uma opinião, não desistam até encontrar o motivo real das suas dores", detalhou ela.

Na sequência, ela lembrou que são mais de 176 milhões de mulheres no mundo sofrendo com essa condição de saúde, e, ainda assim, o assunto é pouco abordado. "Muito feliz pela Anitta ter entrado nessa corrente do bem, compartilhando a sua história para mais conscientização", afirmou.