Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Ivo Pitanguy lança livro de memórias e é prestigiado pelos filhos e por Boni

“Aprenda a dar valor a cada momento. É o que estou fazendo aqui. E continuo indo trabalhar com o mesmo entusiasmo” disse ele, que acabou de passar por uma operação no coração

CARAS Digital Publicado em 30/10/2014, às 08h29 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Lançamento do livro de Ivo Pitanguy - Reginaldo Teixeira
Lançamento do livro de Ivo Pitanguy - Reginaldo Teixeira

O título do livro de memórias escrito pelo renomado cirurgião plástico Ivo Pitanguy (91), Viver Vale a Pena, define o espírito com o qual ele conduz o cotidiano e enfrenta as adversidades. Cinco dias depois de operar o coração, ele estava firme e forte, ao lado da família, recebendo amigos e admiradores na noite de autógrafos, no Rio. “Foram colocados dois stents em uma angioplastia e eu estou bem, ainda em recuperação, mas devo estar melhor que antes, porque abriram uma artéria que estava fechada”, explicou Pitanguy. “Aprenda a dar valor a cada momento. É o que estou fazendo aqui. E continuo indo trabalhar com o mesmo entusiasmo”, acrescentou o médico, rodeado pela irmã, Jacqueline Pitanguy (65), e os filhos, o empresário Ivo (57), a psicoterapeuta e diretora da clínica que leva o nome do pai, Gisela (55), o empresário Helcius (51) e o artista plástico Bernardo, com os quais trocou ideias enquanto escrevia a obra. “Ajudei na revisão. É uma história rica. Conta sua formação como médico e a luta para fazer a escola de cirurgia plástica, tanto reparadora quanto estética.Paralelamente, relata fatos pessoais, histórias da família”, disse Gisela com os filhos, o também cirurgião plástico Antonio Paulo (28) e Rafael (18). Em uma livraria carioca, Pitanguy foi exaltado também por José  Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni (78). “A qualidade que admiro nele e gostaria de ter é sua generosidade grande para ensinar”, destacou Boni ao lado do empresário Ricardo Amaral (73). “Tenho prazer de ser um dos editores do livro, que é de alta inspiração. As pessoas vão ver como se constrói uma vida de sucesso. Sem falar que é um grande amigo, desde antes de eu conhecer minha mulher, Gisella, com quem estou casado há 49 anos”, disse Amaral. Pitanguy recebeu ainda os acadêmicos Alberto da Costa e Silva (83), Arnaldo Niskier (78) e Nélida Piñon (77), responsável pelo prefácio. “Ao detalhar a vida dele, o livro enumera fatos do seu tempo, portanto tem dimensão histórica”, destacou Nélida, com a socialite Bethy Lagardère (65) e o jornalista Zuenir Ventura (83), que disputa nesta quinta-feira, dia 30, uma vaga na Academia Brasileira de Letras.