Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

No inverno, água quente em excesso pode prejudicar a saúde das unhas

A água quente em excesso pode ressecar a cutícula e prejudicar a saúde das unhas se a pele não estiver hidratada. Saiba como evitar e tratar o problema

CARAS Online Publicado em 25/06/2013, às 17h27 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Água quente em excesso pode ressecar a cutícula e desidratar as unhas se a pele não estiver hidratada - Shutterstock
Água quente em excesso pode ressecar a cutícula e desidratar as unhas se a pele não estiver hidratada - Shutterstock

A água quente do chuveiro ou da torneira - que é tão apreciada no inverno - pode deixar as cutículas ressecadas e as unhas desidratadas, o que provoca descamações e até a quebra. Para evitar tais problemas, o ideal é evitar água quente, tirar o esmalte com um removedor adequado e, sempre que manusear produtos de limpeza ou lavar louça, por exemplo, usar uma luva cirúrgica.

No inverno, a boca pode ficar rachada. Saiba como evitar (e tratar) o problema

Aprenda a fazer as unhas decoradas da moda e brilhe!

Quando os problemas aparecerem, a dica para reverter a situação é massagear diariamente um creme específico para unhas e cutículas. Vale a pena verificar a embalagem para saber se o produto não danifica o esmalte. “Três vezes ao dia ou sempre que lavar as mãos, use um creme hidratante. O produto também ajuda a fortalecer e hidratar a área danificada”, diz Renata Cesário, manicure da Ophicina do Cabelo.

Fortalecedores de unhas com agentes hidratantes, que são aplicado antes do esmalte, também podem ajudar. E para deixar as unhas saudáveis e os poros arejados, independentemente da estação do ano, “retire o esmalte pelo menos um dia antes de ir à manicure ou pintar as unhas em casa. Assim, as unhas ‘respiram’”, sugere a manicure.

E para remover o esmalte, substitua a acetona por um removedor, que é menos agressivo: “a venda de acetona, aliás, é proibida. Só profissionais conseguem comprar”, conclui Renata. Portanto, mesmo quando estiver no salão, pergunte sobre o produto que será aplicado.

Unhas de gel: conheça a técnica que já ajudou Paul McCartney a fazer um show e saiba como você pode usar