Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Apaixonados por tênis: o empenho dos vips em quadra

Desenvoltura marca clínica de tênis no Rio para Pro-AM dos artistas. “É um esporte que admiro, mas nunca consigo praticar. Vamos ver se ainda tenho algum talento”, disse Caio Castro, que surpreendeu

CARAS Digital Publicado em 03/09/2014, às 09h55 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Pro-Am CARAS - CÉSAR ALVES E FERNANDO LEMOS/LEMOS FOTOGRAFIA LTDA
Pro-Am CARAS - CÉSAR ALVES E FERNANDO LEMOS/LEMOS FOTOGRAFIA LTDA

Um time de famosos, formado por apaixonados por tênis, deu show de determinação e garra na clínica de tênis Pro-AM CARAS, realizada nas quadras standard do Sheraton Rio Hotel & Resort, no Leblon, que reuniu nomes como os atores Caio Castro (25),Claudia Lira (48), Carlos Bonow (41), Danilo Sacramento (31) e Matheus Costa (16) e a apresentadora e jornalista Geovanna Tominaga (34), todos sob a orientação do ex-tenista Carlos Alberto Kirmayr (63), 32º lugar no ranking de simples em 1981 e 5º no de duplas em 1983, pela ATP – Associação de Tenistas Profissionais.

Mesmo não treinando assiduamente, o galã Caio Castro surpreendeu em quadra. “É um esporte que admiro, mas nunca consigo praticar. Vamos ver se ainda tenho algum talento”, divertiu-se ele, que, após viver o médico Michel, de Amor à Vida, fez participação na nova série do GNT Lili, a Ex, ao lado de Maria Casadevall (27), seu par romântico na antiga trama das 9 e com quem circula sempre. Ele também mostrou estar praticamente recuperado do acidente sofrido, em julho, no Chile, quando quebrou a clavícula enquanto fazia wave house. “Estou voltando aos poucos aos esportes. Tenho feito fisioterapia de atleta para me recuperar. Ficar muito tempo parado é complicado para mim, a cabeça está sempre com necessidade de adrenalina”, explicou Caio, que dedica-se ao cinema até o fim do ano.

Outro empolgado nas quadras, Bonow, que já foi triatleta e goleiro semiprofissional, se disse encantado com o desafio na clínica, com patrocínio de Chevrolet e Piracanjuba. “Exige grande concentração, disciplina e domínio mental. Qualquer movimento errado do corpo muda a direção da bola. Comecei a jogar no início do ano, mas já virou vício, uma cachaça”, disse o ator, no elenco dos longas Sobrevivente Urbano e O Casamento de Gorete, ambos com estreia até o fim do ano.

Um dos mais experientes do grupo ao lado de Jorge Pontual(47) e Fábio Keldani (33), campeão do Pro-AM CARAS US Open 2011, em New York, Roger Gobeth (41) mais uma vez fez bonito nos saques, voleios e devoluções. Destaque por duas vezes, segundo e terceiro lugares no mesmo torneio nas quadras do complexo de Flushing Meadows, casa oficial do Grand Slam norte- americano, o ator revela ser apaixonado pelo tênis. “É o meu esporte. Depois de uma idade, o futebol acaba tornando-se muito agressivo. Também faço skate, apesar de o chão, com o tempo, ficar mais duro”, brincou ele, ressaltando, porém, não ser um jogo fácil. “Precisa de muita concentração. No meu nível, ganha quem erra menos. Parece tranquilo, aquela quadra grande, mas é muito técnica envolvida, o fundamento precisa estar apurado para você conseguir brincar legal”, explicou. Roger contou estar namorando a produtora da Globo Samantha Santos (32) há quatro anos e meio e disse que pensa em oficializar a relação. “Queremos fazer uma festa pequena para a família. Depois disso, começaremos a cogitar ter filho. Quero muito ser pai, ter minha família”, assegurou Roger, que atuou no filme Visceral, com previsão de estreia até o início de 2015.

Atento à atuação do grupo, Kirmayr deu dicas importantes a cada um deles ao lado da tenista Paula Gonçal­ves (24), atual número 2 do Brasil. “Não existe milagre. Aqui, quem sabe jogar, realmente, acaba se destacando. O Roger é muito bom. Tem energia e garra em quadra. Além de técnica”, avaliou Kirmayr, antes de aplaudir a ousadia do galã Caio Castro. “A esquerda dele é a melhor, apesar de ele ser destro. Se continuar treinan­do, ficará afiado”, destacou. Com a mulher, a atriz Flávia Monteiro (42) na torcida, o empresário Avner Saragossy (49) também mostrou boa técnica. “Jogo desde os 25 anos, parei um pouco e voltei. Flávia está começando a me acompanhar. Não dou um ano para ela estar jogando bem, tem biótipo de atleta, é magrinha, supermusculosa e leve”, disse. Uma das representantes femininas nas  quadras, Claudia Lira ficou satisfeita com seu desempenho. “Não jogava há três meses, fui esquentando e foi bom. Comecei a treinar ano passado, hoje tenho mais técnica. Até recebi elogios de Kirmayr”, orgulhou-se ela, ao lado do ex-tenista Marcus Vinícius Fonseca (41), coordenador do projeto social Tênis para Todos, que ministra aulas gratuitas para crianças das comunidades de Vidigal e Rocinha, nas quadras do resort.