Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Biscoito de água e sal é perigoso para a saúde e pode engordar. Veja riscos

Guloseima consumidas em lanches não é light e é extremamente prejudicial para quem tem prisão de ventre ou problemas cardíacos. Endocrinologista esclarece dúvidas, confira!

Luiza Camargo Publicado em 05/09/2014, às 14h37 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Biscoito de água é sal é perigoso pode engordar. - Shutterstock
Biscoito de água é sal é perigoso pode engordar. - Shutterstock

Deliciosos e práticos, os biscoitos, ou bolacha, de água e sal fazem parte da alimentação diária de muitos brasileiros há anos. Geralmente, são consumidso em lanches e refeições intermediárias, de manhã e de tarde. Porém, aparantemente leve e light, as bolachas podem ser muito perigosas para a saúde e engodativas.

+Confira sete dicas práticas e certeiras para não engordar nos dias frios

Em entrevista à CARAS DIGITAL, o endocrinologista Alfredo Cury, do Spa Posse do Corpo, esclareceu as principais dúvidas e contou quais são os principais riscos deste tipo de guloseima em nossa refeição diária. Confira!

1- Biscoito de água e sal engorda?

Sim. Na verdade, apenas o sabor parece ser mais leve. Mas ele tem tantas calorias, 30, quanto um biscoito de maisena. Além disso, é rico em carboidratos refinados. Portanto, a quantidade a ser consumida deve ser feita com moderação, pois senão o inchaço tende a aparecer.

2- É rico em sódio?

Sim. As pessoas consomem o alimento achando que é melhor do que o pão, mais saudável. Mas, o biscoito apresenta alto teor de sódio em sua composição e, se consumido em excesso, pode causar acúmulo de bolo fecal no intestino, podendo provocar a prisão de ventre.

3- É ruim para o coração?

Sim. Em sua composição, há um alto teor de gordura hidrogenada, para deixá-lo mais crocante e saboroso. Essa gordura é péssima para quem já apresenta problemas cardíacos ou quem fatores genéticos propensos.

4- Qual a quantidade indicada?

O recomendável é de três a quatro unidades somente e não todos os dias. Mas, geralmente as pessoas não se saciam rapidamente, logo, comem mais do que o necessário. Nesse caso, compensa mais investir num pão integral, que tem mais fibras e auxilia no bom funcionamento do intestino.