Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Bárbara Evans fala sobre a saúde da mãe e diz não ligar para críticas: Entra por um ouvido e sai pelo outro

Flávia Faccini Publicado em 15/10/2013, às 15h34 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Bárbara Evans - Marcos Ribas / Foto Rio News
Bárbara Evans - Marcos Ribas / Foto Rio News

Desde que deixou A Fazenda, Bárbara Evans tem visto seu nome no centro das atenções dos sites especializados em celebridades e nas redes sociais. A toda a repercussão por sua vitória no reality show, somou-se a dramática internação da mãe, Monique Evans, em uma clínica psiquiátrica, poucos dias depois.

+ Mãe de Monique Evans fala sobre o estado de saúde da filha

Diante de toda a especulação - e críticas - sobre os motivos que levaram Monique à internação, Bárbara resolveu se calar. Nesta terça-feira, 15, a modelo quebrou o silêncio e falou com exclusividade à CARAS Online sobre o delicado momento pelo qual vem passando. Confira abaixo a entrevista:

+ Bárbara Evans diz que se sente casada e que fará tatuagem para Mateus

- Como a Monique está nesse momento? Ela já tem uma data para ela deixar a clínica?
Minha mãe está bem, com projetos, me parece bem feliz, está seguindo o tratamento. Não sei quando ela vai sair, acredito que em breve. Ela precisa de muito amor, e estou dando todo meu carinho para ela.

+ Bárbara Evans repagina o visual com namorado ao lado

- O que realmente aconteceu no dia em que ela precisou ser internada?
Na verdade o que aconteceu é que minha mãe tem depressão já faz muito tempo, não foi uma coisa que aconteceu naquele dia. Minha avó diz que ela tem este problema desde muito jovem.  Às vezes, a depressão ataca, e às vezes não. Naquele dia, ela teve uma crise muito forte, e a gente resolveu que o melhor a fazer seria que ela se internasse para focar no tratamento, levar a sério e se curar de vez.

- Vocês brigaram no dia em que ela teve a crise?
Não, a gente não brigou não, isso posso garantir. O que aconteceu é que crise de depressão não tem hora para atacar. Minha mãe já estava bem desgastada pelos três meses que ela lutou por mim, mas a internação não teve nada a ver com briga nenhuma. Mas como disse, não posso me aprofundar muito nesse assunto por enquanto. O que importa é que ela está bem, vai sair, e continuar o tratamento aqui fora.

- Como essa crise se manifestou?
Eu não queria entrar nesse tipo de detalhe. Os médicos pediram para eu não detalhar muito isso para o bem dela. Quando ela sair, quero que comece tudo de novo, uma vida nova com muito amor.

- Ficou chateada com os rumores de que sua decisão em trocar de empresária teria sido um dos motivos geradores da crise?
Não, não fiquei.  Eu convivo com a doença da minha mãe desde criança, então para mim não importa o que falam. As pessoas que estão próximas de mim sabem como é estar com alguém com esse problema. Eu não vou perder meu tempo com fofocas, tenho que dar amor para ela em vez de ficar debatendo coisas que não são verdadeiras.

- Perguntei por que essas críticas devem chegar até você, nas redes sociais...
Eu acho que as pessoas que quiserem saber mais sobre o assunto deviam pesquisar antes de falar qualquer coisa. Depressão é um assunto muito sério. Qualquer crítica que me façam entra por um ouvido e sai pelo outro. Eu preciso estar forte para poder ajudar. Bloqueio tudo isso porque meu foco agora é dar assistência para minha mãe e a minha carreira. Não posso perder minha cabeça com coisas tão pequenas.

- Como ficou sua relação com o Mateus nesse período?
Você sabe que eu sou babona, né? Não sei nem o que dizer, ele tem sido fundamental. Ele não é só meu namorado, é um amigo, me conforta, a gente conversa, se ajuda, ele me levanta quando estou para baixo e vice-versa. Estou tentando me blindar para ficar forte. Mal saí de A Fazenda e já aconteceu isso tudo. Estou tranqüila, sei que tudo isso vai passar. Tenho contado muito também com o apoio do meu pai e da família.

- Vocês estão vivendo juntos em São Paulo?
Estou meio lá e meio cá. São Paulo é a base de tudo, eu faço minhas coisas mais aqui, mas toda semana estou indo para o Rio de Janeiro. Esse fim de semana levei o Mateus para conhecer meus pais e minhas irmãs.

- Mas pensa em ficar mais tempo no Rio quando a Monique deixar a clínica?
Eu não posso parar de trabalhar, e aqui é a base de tudo. Tudo que ela precisar, pode contar comigo, vou dar suporte, amor e carinho para ela, mas não posso parar meu trabalho.

- Como define esse momento da sua mãe?
Minha mãe está feliz, cheia de ideias, e isso me deixa muito feliz. É muito bom ver que ela está com vontade de viver, de trabalhar. Ver minha mãe com essa vontade de viver é tudo que eu quero. Ela disse que vai se tratar aqui fora, e isso me deixa tão feliz! Ela nunca disse isso para mim. Agora só quero focar na cura dela, que com fé em Deus vai acontecer.

- Que destino, afinal, você pretende dar ao dinheiro que ganhou em A Fazenda?
Esse dinheiro vai ficar todo no banco, não vou mexer.  Vou deixar a grana rendendo, não vou fazer nada com ele e quero esquecer que ele existe lá no banco. Isso é tudo que pretendo fazer com o prêmio por enquanto.