Entenda quais são os 4 graus da celulite e saiba como cuidar delas em cada destes estágios

Especialista explica as diferenças em cada uma delas e seus tratamentos; confira!

Luiza Camargo Publicado terça 19 dezembro, 2017

Especialista explica as diferenças em cada uma delas e seus tratamentos; confira!
Celulite - Shutterstock

As celulites estão sempre acompanhando as mulheres, até as estrelas, como Anitta, que mostrou em seu clipe novo, Vai Malandra, as suas no bumbum.

Tê-las é normal, mas é importante saber mais profundamente sobre estas “falhas” na pele para conseguir entender como evitá-las e amenizá-las. A biomédica Dra Luciana Godinho, especializada em estética, explica o que é, seus graus e como tratar; confira!.

+Anitta exibe bumbum real com celulites em novo clipe e ganha elogios dos fãs

O que é celulite?

Celulite é o nome popular da lipodistrofia ginoide, que nada mais é que o depósito de gordura sob a pele. Ela se caracteriza pelo aspecto ondulado da epiderme, tipo “casca de laranja”, em algumas áreas do corpo. Afeta cerca de 95% das mulheres após a puberdade, de todas as etnias, embora seja mais comum entre as de pele branca”

Quais são os estágios da celulite?

 Há 4 estágios.

Grau I: Os furinhos são visíveis apenas ao pressionar a pele ou por contração muscular. Não há comprometimento circulatório. As células do tecido gorduroso que se localiza abaixo da epiderme, estão volumosas e inchadas e as veias estão aumentadas. Não há comprometimento circulatório. As toxinas estão começando a se instalar, mas o prognóstico de melhora é considerado excelente.

Grau II: Já começam aparecer os primeiros furinhos. A grande quantidade de gordura no interior das células, agora está acompanhada de fibrose (produção excessiva de tecido conjuntivo que “endurece” a pele). Aqui, os problemas circulatórios locais começam a aparecer, e a celulite pode estar visível pela modificação de movimentos do corpo ou mesmo da luz ambiente.

Grau III: Temos o aspecto casca de laranja e a presença de áreas em relevo e a formação de nódulos. O portador da celulite nesse estágio pode referir: Dor; Cansaço em membros inferiores; Aumento da flacidez; Aumento da sensibilidade ao toque.

Grau IV: Nessa fase as pernas tornam-se pesadas e a pele bem marcada pelo inchaço e pelos edemas, sendo que muitas mulheres sentem cansaço, dificuldade de locomoção e dores, devido à falta de circulação adequada na região das pernas e quadril, sendo que há a formação de nódulos que podem ser vistos sob a roupa com facilidade.

Em que parte elas mais aparecem?

“A celulite tende a ocorrer nas áreas onde a gordura está sob a influência do estrógeno (hormônio feminino), como nos quadris, coxas e nádegas”.

Quais são os principais tratamentos para o desaparecimento dacelulite?

“Depende de cada estágio, por exemplo, no Grau 1 massagem modeladora, drenagem linfática, cremes anticelulite e endermologia ajudam muito. No grau 2 além dos tratamentos indicados no grau 1 podemos indicar a Radio Frequência que aumenta a temperatura e a circulação local estimulando o rompimento da fibrose que causam os furinhos e ainda aumenta a produção de colágeno e elastina no local. No grau 3, além dos procedimentos já citados no estágio 2 podemos acrescentar a mesoterapia com enzimas para combate à celulite e, também, a carboxiterapia melhorando a circulação local e oxigenando os tecidos. Para o grau 4 o ideal é a Subcision, onde uma agulha é inserida no tecido para promover o rompimento do tecido fibroso que forma os furinhos”..

Último acesso: 07 Jul 2020 - 00:35:04 (296081).