Revista CARAS
Facebook Revista CARASTwitter Revista CARASInstagram Revista CARASYoutube Revista CARASTiktok Revista CARASSpotify Revista CARAS

Depilação em excesso pode trazer danos para a pele; confira

Falta de depilação também é prejudicial ao corpo. Saiba as infecções e patologias que podem se desenvolver

Luiza Camargo Publicado em 07/07/2015, às 12h56 - Atualizado em 10/05/2019, às 11h20

Depilação em excesso pode trazer danos para a pele - Shutterstock
Depilação em excesso pode trazer danos para a pele - Shutterstock

Felizmente, hoje em dia as mulheres são independentes e fazem o que querem com seus corpos. Por isso, mesmo ainda sendo um tabu, muitas decidiram não se depilar ou ficar mais tempo com seus pelinhos. Miley Cyrus, por exemplo, é uma das estrelas que já mostrou que não liga de estar com a "depilação atrasada".

Todavia, ignorando a questão estética, ficar sem tirar os pelos pode trazer danos para a saúde.

O principal é o odor. Como vivemos em um país tropical, suamos muito.

"Abaixo das axilas se concentram as glândulas apócrinas, que secretam o suor composto de água,e alguns sais, além de restos celulares e do metabolismo que podem dar o mal cheiro quando expostos a bactérias  e fungos nas axilas, chamado vulgarmente de cê-cê. Ou seja, quem continua com os pêlos, tem mais chance de manter mais odor", explica a dermatologista Dra. Karla Assed.

Mas, o excesso de depilação também é prejudicial ao corpo. Quem raspa ou depila demais por desenvolver uma foliculite, a "famosa" irritação da pele.

" A foliculite é causada por uma infecção viral, bacteriana ou fúngica dos folículos capilares. Geralmente, a causa mais comum de foliculite é a bactéria Staphylococcus aureus (estafilococo). A forma de tratá-los é através de antibióticos topicos ou oral", explica a especialista.

Outra patologia que exagerar na depilação pode estimular é a hipercromia, que é o excesso de melanina na pele, ou seja, manchas e escurecimento da pele. Contudo, ele também não é dífícil de se resolver.

"As hipercromias são as manchas escuras que aparecem na pele e se desenvolvem pelo excesso de produção de melanina. Para amenizá-las e evitá-las, use muito filtro solar e produtos  despigmentante", indica a Dra, Karla.